Tamanho do texto

Belgas golearam os tunisianos por 5 a 2 com dois gols de Hazard, dois de Lukaku e outro de Batshuayi, praticamente garantindo vaga no mata-mata

Lukaku marcou dois gols pela Bélgica sobre a Tunísia
FIFA/ Divulgação
Lukaku marcou dois gols pela Bélgica sobre a Tunísia

A "melhor geração belga da história" fez jus ao apelido, atendeu às expectativa e atropelou a Tunísia na manhã deste sábado: 5 a 2. Com a goleada no Spartak Stadium, em Moscou, a Bélgica chegou aos seis pontos dentro do Grupo G e ficou muito perto de garantir uma vaga nas oitavas de final da Copa do Mundo.

Leia também: Brasileiro apanha de torcedora argentina em Fan Fest após vitória croata; vídeo

Caso a Inglaterra vença ou empate com o Panamá neste domingo, a Bélgica se classifica para a próxima fase de forma antecipada. A Tunísia está quase eliminada e só mantém esperanças de seguir adiante se o Panamá derrotar os ingleses.

Na próxima rodada, no dia 28 de junho, quinta-feira que vem, belgas e ingleses medem forças na cidade de Kaliningrado, às 15h (de Brasília), prossivelmente decidindo quem fica na liderança da chave. Os tunisianos encaram os panamenhos no mesmo dia e horário.

Começo arrasador

Hazard marcou de pênalti o primeiro gol da Bélgica sobre a Tunísia
FIFA/ Divulgação
Hazard marcou de pênalti o primeiro gol da Bélgica sobre a Tunísia

Como era de se esperar, os belgas partiram para cima dos tunisianos desde os primeiros movimentos e abriram o placar logo aos seis minutos. Hazard foi derrubado por S. Ben Youssef na área, o pênalti foi confirmado pelo VAR e o próprio Hazard fez a batida para abrir o marcador.

Aos 16, Mertens puxou contra-ataque e deixou Lukaku em excelentes condições para balançar as redes e ampliar a vantagem da Bélgica. Mas nem deu tempo para comemorar. Dois minutos mais tarde, Khazri bateu falta na área e Bronn subiu mais alto que a zaga belga para marcar o gol tunisiano e diminuir o prejuízo, de cabeça.

Leia também: Após derrota da Argentina, fã de Messi desaparece e deixa carta suicida

Depois de marcar o primeiro tento, a seleção africana quase empatou em dois lances de muito perigo, mas o goleiro Courtois estava ligado. A Bélgica tirou um pouco o pé do acelerador e passou a administrar o resultado, sem forçar muito.

Mesmo assim, os europeus conseguiram marcar o terceiro antes do intervalo. Aos 48, após roubada de bola no campo de ataque, o lateral Meunier deu um belo passe para o artilheiro Lukaku, que só tocou na saída do goleiro Ben Mustapha.

Virou goleada (e poderia ser mais)

Hazard celebra seu segundo gol na partida
FIFA/ Divulgação
Hazard celebra seu segundo gol na partida

O segundo tempo começou com mais gol da Bélgica. Aos seis minutos, De Bruyne acertou lindo lançamento para Hazard, que dominou no peito, invadiu a área, driblou o goleiro adversário e estudou as redes. No lance seguinte ao quarto gol, Carrasco quase marcou o quinto, mas a bola saiu raspando a trave da Tunísia.

Mesmo com a goleada já consumada, os belgas seguiram pressionando em busca de mais gols. O técnico Roberto Martinez tirou Lukaku e Hazard, os artilheiros do duelo, e colocou Fellaini e Batshuayi.

E o atacante Batshuayi teve três chances claríssimas para deixar sua marca. Aos 30, ele foi lançado em profundidade, passou pelo goleiro Ben Mustapha e chutou para o gol vazio, mas o zagueiro Meriah conseguiu salvar em cima da linha. Cinco minutos depois, Carrasco finalizou, o goleiro defendeu e Batshuayi pegou a sobra, finalizando no travessão. No minuto seguinte, ele recebeu cruzamento e viu o arqueiro rival fazer uma defesa espetacular à queima roupa.

De tanto insistir, saiu o gol de Batshuayi. Tielemans cruzou na área e o centroavante apareceu livre na segunda trave para pegar de primeira e anotar o quinto. Aos 47, Batshuayi quase fez mais um. E aos 48, Khazri recebeu cruzamento na área e marcou mais um para Tunísia, definindo o marcador final.

Batshuayi fez o quinto da Bélgica
FIFA/ Divulgação
Batshuayi fez o quinto da Bélgica

Leia também: Neymar desabafa após vitória suada contra Costa Rica: "Falar até papagaio fala"

FICHA TÉCNICA

BÉLGICA 5 x 2 TUNÍSIA

Local : Spartak Stadium, em Moscou
Data : 23 de junho de 2018, sábado
Hora : 09h00 (de Brasília)
Árbitro : Jair Marrufo (EUA)
Assistentes : Corey Rockwell (EUA) e Juan Zumba (SLV)
Cartões amarelos : Sassi (TUN)

GOLS :
BEL: Hazard, aos 6'; Lukaku, aos 16' e 48' do 1º tempo; Hazard, aos 6'; Batshuayi, aos 45' do 2º tempo
TUN: Bronn, aos 18' do 1º tempo

BÉLGICA : Courtois, Alderweireld, Boyata e Vertonghen; Meunier, Witsel, De Bruyne e Carrasco; Hazard (Batshuayi), Mertens (Tielemans) e Lukaku (Fellaini).  Técnico : Roberto Martinez

TUNÍSIA : Ben Mustapha, Bronn (Naguez), S. Ben Youssef (Ben Alouane), Meriah e Maaloul; Skhiri, Khaoui e Sassi (Sliti); F. Ben Youssef, Khazri e Badri. Técnico : Nabil Maaloul

    Leia tudo sobre: Futebol