Tamanho do texto

Técnico disse que pedirá mudanças no posicionamento ofensivo, cobrou concentração dos jogadores e defendeu Neymar: "Tem que ir pra cima"

Técnico Tite confirmou que seleção brasileira jogará com a mesma escalação da estreia contra a Suíça
Pedro Martins/MoWa Press - 21.6.18
Técnico Tite confirmou que seleção brasileira jogará com a mesma escalação da estreia contra a Suíça

O técnico Tite confirmou nesta quinta-feira (21), véspera do jogo contra a Costa Rica , que repetirá a escalação titular que entrou em campo no empate por 1 a 1 com a Suíça, na estreia brasileira na Copa do Mundo. O treinador, no entanto, falou repetidas vezes em fazer "ajustes" no posicionamento da equipe, com foco especial em aumentar a efetividade do ataque brasileiro.

"Todos os jogos temos que ter uma boa atuação e vencer. E neste jogo também. Precisamos de ajustes para sermos mais efetivos e converter as oportunidades em gols, e ela [a equipe] te dá essa condição. Na defesa, fizemos um bom trabalho em controlar as variáveis. Nós proporcionamos poucas oportunidades aos adversários", disse Tite , lembrando do jogo contra a Suíça.

O técnico cobrou mais uma vez que os jogadores tenham "tranquilidade maior" na hora de finalizar. Tite já havia dito, logo após o empate na estreia, que a seleção sofreu com "ansiedade" e que é preciso "foco maior e abstração maior" para concluir a gol. "Tudo na seleção tem uma pressa maior na sua execução. Mas, antes da pressa, precisa ter coerência, discernimento, confiança, análise", afirmou.

Neymar e Thiago Silva

Seleção brasileira fez nesta quinta-feira (21) seu último treino antes de jogo contra a Costa Rica
Lucas Figueiredo/CBF - 21.6.18
Seleção brasileira fez nesta quinta-feira (21) seu último treino antes de jogo contra a Costa Rica

Sobre as condições físicas de Neymar, que chegou a abandonar um treino da seleção no início desta semana reclamando de dores no tornozelo direito , o chefe da comissão técnica da seleção disse que o "projeto inicial" brasileiro já previa que o camisa 10 não estaria em seu ápice físico logo no início da Copa, e garantiu que a reclamação de Neymar deve-se apenas a uma pancada.

O técnico também defendeu o craque das críticas de parte da torcida por conta de lances em que ele prendeu muito a bola na partida contra a Suíça. "Todos os atletas têm responsabilidade de serem coletivos e individuais. Alguns com características específicas. Do Neymar, não vou tirar a característica do transgressor, do último terço. No último terço, vai para dentro, finta. É a característica do futebol brasileiro, eu não vou retirar", afirmou.

A seleção brasileira já está em São Petersburgo, onde enfrentará a Costa Rica às 9h dessa sexta-feira (22), e fez um treino leve nesta manhã. O capitão da equipe nesse jogo será o zagueiro Thiago Silva , que também falou sobre a preparação para amanhã.

"O time têm consciência do que precisa. Não tivemos o melhor início, mas queremos mudar isso. Temos a urgência, mas não podemos jogar de maneira desorganizada. Temos um plano de jogo e devemos seguir. Será uma partida dura e precisamos ter calma para conseguir os três pontos", disse o capitão de Tite .

Leia também: Com 20 partidas sem 0 a 0 até o momento, Copa do Mundo de 2018 quebra recorde

    Leia tudo sobre: futebol