Tamanho do texto

O técnico Tite mantém rodízio para o segundo jogo da seleção brasileira na Copa do Mundo, nesta sexta-feira (22), às 9h, contra a Cosa Rica; veja

Mantendo o rodízio, Tite escolheu Thiago Silva para ser o capião na segunda partida da seleção brasileira na Copa do Mundo , nesta sexta-feira (22), contra a Costa Rica. Essa será a segunda vez que o zagueiro usa a braçadeira com o comando do técnico. A primeira foi na derrota para a Argentina, por 1 a 0, em amistoso contra a Austrália, na única derrota do treinador pelo Brasil.

Leia também: Fifa responde CBF e diz que VAR só é usado para reverter "erros claros e óbvios"

Thiago Silva será o capitão da seleção brasileira no jogo contra a Costa Rica
André Mourão / MoWA Press
Thiago Silva será o capitão da seleção brasileira no jogo contra a Costa Rica


Thiago Silva foi o capitão da seleção durante a Copa de 2014, no Brasil, mas perdeu a braçadeira para Neymar quando Dunga assumiu o comando. Depois disso, o zagueiro perdeu a vaga no time titular e venceu a briga com Marquinhos por um lugar na zaga na preparação para a Copa.

Leia também: Coutinho fala sobre Neymar, gol na estreia e duelo contra Costa Rica de Navas

Na estreia contra a Suíça, Marcelo ficou com a faixa. Tite já havia dito que manteria o rodízio no torneio, mas apenas entre os jogadores mais experientes. Sob o comando do técnico, quem mais usou a braçadeira foi Daniel Alves, fora da Copa por conta de uma grave lesão no joelho.

Além de Thiago Silva e Daniel Alves, Miranda, Renato Augusto, Felipe Luís, Fernandinho, Robinho, Neymar, Philippe Coutinho, Paulinho, Casemiro, Willian, Alisson e Gabriel Jesus também já usaram a braçadeira durante todo o comando de Tite na seleção brasileira.

Sequência

Philippe Coutinho marcou para o Brasil contra a Suíça
FIFA/ Divulgação
Philippe Coutinho marcou para o Brasil contra a Suíça


A estreia do Brasil na Copa do Mundo não empolgou os torcedores. O empate em 1 a 1 contra a Suíça deixou muitos brasileiros preocupados com a sequência do campeonato, mas, se depender do retrospecto, a vitória na próxima partida, contra a Costa Rica, é quase realidade.

Leia também: Brasil não perde segundo jogo de Copa do Mundo há 12 edições

Além da coincidência de ter vencido apenas países que começam com a letra "C" desde a Copa do Mundo de 2006, o Brasil de Thiago Silva ainda conta com outro ponto ao seu favor: a seleção foi derrotada no segundo jogo do Mundial apenas uma vez, em 1966, para a Hungria – ou seja, há 12 edições.





    Leia tudo sobre: Futebol