Tamanho do texto

De acordo com imprensa local, o craque da seleção do Egito estaria em conflito com a FEF por conta de uma má administração; jogador nega

Já eliminado da Copa do Mundo após derrotas para o Uruguai e para a Rússia, o Egito pode se despedir do Mundial contra a Arábia Saudita, que também já foi eliminada, sem sua principal estrela, Mohamed Salah. De acordo com a imprensa local, o jogador estaria em conflito com a Federação Egípcia de Futebol por uma suposta má administração da concentração da equipe.

Leia também: Rússia deslancha no 2º tempo, marca três em 15 minutos e bate Egito por 3 a 1

Suposto conflito com Federação Egípcia de Futebol pode tirar Salah do jogo contra a Arábia Saudita
Reprodução
Suposto conflito com Federação Egípcia de Futebol pode tirar Salah do jogo contra a Arábia Saudita


Segundo o site RMC Sports, Salah estaria irritado com a presença de empresários, celebridades e artistas que teriam perturbaco a preparação dos jogadores e, também com o uso não contratual de sua imagem. Além disso, ele teria discutido com o diretor da FEF, Ehab Lehita.

Leia também: Com 20 partidas sem 0 a 0 até o momento, Copa do Mundo de 2018 quebra recorde

Ainda de acordo com os jornalistas, o atacante do Liverpool estaria considerando até mesmo deixar a Rússia antes do jogo contra a Árabia, que acontece segunda-feira (25), em Volgogrado.

Salah, por sua vez, usou as redes sociais para negar os boatos e garantiu que o time do Egito está unido. "Todos no Egito estão unidos e não existe nenhum desentendimento entre nós. Todos nos respeitamos e a relação é a melhor possível", escreveu o craque egípcio.


Salah na Copa

Salah ficou no banco de reservas na estreia da seleção do Egito na Copa, contra o Uruguai. No segundo jogo, o craque começou jogando como a grande esperança do time e foi o responsável pelo único gol egípcio, de pênalti. Mesmo assim, a Rússia marcou 3 e venceu a partida.

Leia também: Salah diz estar pronto para segunda partida do Egito na Copa

Agora, o Egito de Salah enfrenta a Arábia Saudita, que também está eliminada após perder para a Rússia, por 5 a 0, e para o Uruguai, por 1 a 0, na próxima segunda-feira (25).





    Leia tudo sobre: Futebol