Tamanho do texto

Seleção da Espanha foi muito pouco criativa na primeira etapa, mas Diego Costa contou com a sorte para marcar, de canela, o único gol da partida

Enquanto quase todos os resultados dos bolões apostavam em uma vitória tranquila da Espanha , o jogo foi muito mais complicado do que se imaginava. O Irã mostrou uma defesa sólida, contou com boas defesas do goleiro Beiranvand e até ficou perto de empatar a partida em alguns lances no segundo tempo. No entanto, a seleção europeia conseguiu vencer por 1 a 0 e empatar com Portugal na liderança do Grupo B da Copa do Mundo .

Leia também: CR7 é decisivo de novo, Portugal segura pressão e bate Marrocos, que está fora

Diego Costa fez o gol da Espanha contra o Irã
FIFA/ Divulgação
Diego Costa fez o gol da Espanha contra o Irã

O gol da Espanha saiu aos 8 minutos do segundo tempo. Iniesta tentou encontrar Diego Costa na entrada da área. O brasileiro tentou dominar, mas a bola escapou e Rezaeian chegou para fazer o corte. Para azar do defensor, a bola bateu na canela do atacante e foi parar no canto esquerdo do goleiro, que foi pego de surpresa e nada pôde fazer.

O jogo

A Espanha começou implanando seu estilo de jogo desde o primeiro mitudo de jogo. Usando a posse de bola como maior arma ofensiva, a seleção europeia apostava na qualidade do seu meio campo, com Iniesta, Isco e David Silva. 

No entanto, a equipe comandada por Fernando Hierro não conseguia superar a parede criada pelo Irã e demorou para criar uma chance de gol. Mesmo dominando as ações e ficar trocando passes logo do lado de fora da área adversária, a primeira oportunidade veio apenas a partir de uma cobrança de falta de David Silva, aos 24 minutos. O craque do Manchester City bateu colocado, a bola desviou na barreira e o goleiro Beiranvand fez a defesa.

Cinco minutos depois, David Silva teve mais uma oportunidade. Depois de cruzamento na área, Piqué deu uma casquinha para trás e o meia improvisou e tentou dar um voleio, mas a bola subiu e foi por cima do gol.

A melhor chance da Espanha no primeiro tempo veio também com o camisa 21. Aos 46 minutos, o meia cortou a marcação, levou a bola para o centro e arriscou de perna esquerda. A bola desviou e saiu rente a trave adversária.

A Espanha voltou bem melhor na segunda etapa. Com mais velocidade e tentando definir as jogadas mais rapidamente, a seleção europeia conseguiu criar boas chances de gol jogo nos primeiros minutos.

Logo aos três minutos, Piqué apoveirou escanteio para finalizar prensado. A bola ia fraca em direção ao gol, mas um defensor iraniano estava bem posicionado em cima da linha para afastar o perigo.

Dois minutos depois, Sergio Busquets aproveitou rebote  dado pela defesa adversária e emendou uma bomba. O goleiro fez uma linda ponte e a bola ia sobrar nos pés de Lucas Vázquez, mas o arqueiro se recuperou e conseguiu dar um tapa antes do atacante espanhol conseguir encostar.

Aos 7 minutos foi a vez do Irã ter a chance de abrir o placar. Hajsafi cruzou a bola na área, a defesa espanhola não conseguiu cortar e o meia teve outra oportunidade e finalizou com uma bomba. A bola bateu na rede pelo lado de fora e os tercedores do lado oporto chegaram a comemorar gol.

Depois de perder a sua primeira grande oportunidade de gol, a seleção iraniana levou azar e viu a Espanha sair na frente. Iniesta tentou dar passe para Diego Costana entrada da área, mas o atacante não conseguiu fazer o domínio. Rezaeian tentou afastar o perigo, mas a bola bateu na canela do brasileiro e foi parar no cantinho. Apór perder muitas chances de gol, a seleção espanhola teve que contar com a sorte para sair na frente.

Leia também: Uruguai vence mais uma e se garante nas oitavas da Copa junto com a Rússia

Jogadores da Espanha comemoram o gol da vitória sobre o Irã
Reprodução/Twitter
Jogadores da Espanha comemoram o gol da vitória sobre o Irã

 A vitória da Espanha não eliminava o Irã da Copa do Mundo, mas a equipe foi em busca do empate. Aos 16 minutos Rezaeian cobrou falta na segunda trave, Azmoun desviou de cabeça e, após bate-rebate, a bola sobrou para Ezatolahi. O volante finalizou rasteiro e saiu para comemorar. No entanto o juiz anulou marcando impedimento do jogador, que demorou para perceber que o lance havia sido irregular. O árbitro consultou o VAR que confirmou a decisão.

O Irã voltou a salvar um lance em cima da linha. Isco cobrou escanteio rasteiro com David Silva. O meia tocou para Sergio Ramos, que finalizou e a defesa iraniana conseguiu evitar em quase dentro do gol. Depois, os jogadores dos dois times foram para cima da bola, mas o árbitro marcou falta de Diego Costa em um zagueiro.

Aos 36 minutos, o Irã teve uma grande chance de empatar a partida. Amiri deixou Piqué perdido após uma linda caneta e cruzou na cabeça de Taremi. O atacante ganhou no alto, mas cabeceou por cima, muito perto do gol de De Gea.

Leia também: "Islândia vai ser mais difícil do que a Argentina", afirma jogador da Nigéria

Com o resultado, a Espanha chegou a 4 pontos e está empatada até em gols marcados com Portugal, na liderença do Grupo B da Copa do Mundo. O Irã vem na terceira colocação, com 3 pontos. O Marrocos é o lanterna e ainda não pontuou.

    Leia tudo sobre: Futebol