Tamanho do texto

Anfitriões lideram o Grupo A e podem eliminar os egípcios já na tarde desta terça-feira (19); camisa 10 do Egito garantiu que está pronto para ir a jogo

Mário Fernandes é o brasileiro titular na seleção da Rússia; Salah é a esperança do Egito na Copa do Mundo
Divulgação/Fifa.com
Mário Fernandes é o brasileiro titular na seleção da Rússia; Salah é a esperança do Egito na Copa do Mundo

Começa nesta terça-feira (19) a segunda rodada da fase de grupos da Copa do Mundo. E o jogo inaugural desse novo momento do Mundial terá em campo a anfitriã, Rússia, contra a seleção do Egito, em jogo válido pelo Grupo A.

Os russos lideram essa chave da Copa do Mundo devido à goleada aplicada sobre a Arábia Saudita no jogo de abertura do Mundial . Já o  Egito sofreu derrota por 1 a 0 nos últimos instantes da partida contra o Uruguai e pode vir a ser eliminado caso perca novamente diante da Rússia. O jogo será disputado às 15h, no horário de Brasília, no estádio de São Petersburgo.

Para evitar a eliminação precoce, os egípcios apostam todas suas fichas no retorno de Mohamed Salah aos gramados. Considerado um dos principais jogadores do mundo na atual temporada, o camisa 10 egípcio não jogou na estreia devido a uma lesão no ombro sofrida no fim de maio, na final da Liga dos Campeões da Europa.

Nessa segunda-feira (18), o jogador tranquilizou a torcida egípcia ao publicar um vídeo (abaixo) garantindo que está pronto para a partida. 

Ready for tomorrow. 100 million strong.🇪🇬🇪🇬🇪🇬 @adidasfootball #HereToCreate

Uma publicação compartilhada por Mohamed Salah (@mosalah) em



A outra partida válida pelo Grupo A, entre Uruguai e Arábia Saudita, será disputada nessa quarta-feira (20), ao meio-dia (horário de Brasília), na cidade de Rostov.

Leia também: Polônia e Senegal são as últimas seleções a estrearem na Copa do Mundo

Ficha técnica de Rússia x Egito (Grupo A) 

Data: Terça-feira, 19 de junho, às 15h (horário de Brasília)  
Local: Estádio de São Petersburgo 
Árbitro: Enrique Cáceres (Paraguai)  
Prováveis escalações:

Rússia – Akinfeev; Mario Fernandes, Kutepov, Sergei Ignashevich e Yuri Zhirkov; Zobnin, Gazinsky, Kuziaev e Golovin; Cheryshev e Smolov. Técnico: Stanislav Tchertchesov. 

Egito – El Shenawy, Ali Gabr, Hegazy, Fathi e Abdelshafy; Tarek Hamed, El Neny, Trezeguet e Al Said; Mohammed Salah e Mohsen. Técnico: Héctor Cúper

    Leia tudo sobre: futebol