Tamanho do texto

Jogadores publicaram imagens com camisa número 1 da Islândia grafada com nome do goleiro Carl Ikeme, que disputava titularidade na seleção nigeriana

Bodvarsson foi o primeiro a publicar homenagem da Islândia ao goleiro Carl Ikeme nas redes sociais
Reprodução
Bodvarsson foi o primeiro a publicar homenagem da Islândia ao goleiro Carl Ikeme nas redes sociais

Na próxima sexta-feira (22), Nigéria e Islândia se enfrentam pela segunda rodada da Copa do Mundo de 2018, em Volgogrado. Antes do jogo, os islandeses fizeram uma homenagem ao goleiro nigeriano Carl Ikeme, que não disputa o Mundial por ter sido diagnosticado com leucemia.

Leia também: Estreia da Islândia na Copa do Mundo é vista por 99,6% da população do país

A homenagem foi feita por meio de uma camisa número 1 da Islândia, que foi grafada com o nome do goleiro da Nigéria . Os jogadores publicaram imagens nas redes sociais com o item feito especialmente para a ocasião.

O islandês Jon Dadi Bodvarsson, que joga com Ikeme no Wolverhampton, foi o primeiro a postar no Twitter uma foto da homenagem ao jogador. “Todos nós na Islândia estamos com você, Carl, Ikeme. A conta oficial da Islândia repostou. Convocado com regularidade, o nigeriano brigava pela titularidade de sua seleção.

As estreias

Nigéria e Islândia fizeram suas primeiras partidas na Copa no último sábado (16). A seleção europeia começou surpreendendo e empatou com a Argentina. A seleção saiu atrás do placar, mas conseguiu buscar a igualdade rapidamente e segurou a investida da Argentina durante 60 minutos, garantindo o primeiro ponto no grupo.

Leia também: Islândia homenageia goleiro da Nigéria que ficou fora da Copa por leucemia

A Argentina abriu o placar logo aos 19 minutos de partida. Agüero aproveitou uma bola que sobriu dentro da área, fez um bom giro e finalizou com força para balançar a rede. No entanto, a Islândia chegou ao empate apenas três minutos depois. Finnbogason  aproveitou rebote de Caballero para igualar a partida. Na segunda etapa, Messi ainda teve a chance de garantir a vitória em cobrança de pênalti, mas o capitão cobrou mal e o goleiro fez boa defesa.

Já os nigerianos não começaram bem e foram derrotados pela Croácia. Em uma partida sem poder criativo muito grande, o time europeu aproveitou as oportunidades que teve para marcar os gols e vencer tranquilamente por 2 a 0.

Leia também: Bélgica acorda no segundo tempo e vence o estreante Panamá sem encantar

O árbitro brasileiro Sandro Meira Ricci apitou a partida. Ele assinalou gol contra de Etebo, que abriu o placar, quando poderia ter dado para Mandzukic, quem teve a intenção de cabecear à meta. No segundo tempo, não precisou nem utilizar o VAR para ver o pênalti claro em cima do próprio atacante da Croácia. Modric foi para a cobrança e deu números finais ao confronto entre Croácia e Nigéria .

    Leia tudo sobre: Futebol