Tamanho do texto

Na partida contra a Alemanha, mexicanos gritavam "puto" – que significa "bicha", em espanhol – sempre que Manuel Neuer cobrava um tiro de meta

Torcedores do México comemoraram vitória contra a Alemanha, mas protagonizaram gritos homofóbicos no estádio
Divulgação/Federação Alemã de Futebol
Torcedores do México comemoraram vitória contra a Alemanha, mas protagonizaram gritos homofóbicos no estádio

A Fifa anunciou, nesta segunda-feira (18), que vai abrir um procedimento disciplinar contra o México por conta de gritos homofóbicos de sua torcida. Na partida contra a Alemanha, disputada no último domingo (17), mexicanos bradavam "puto" – que significa "bicha", em espanhol – sempre que o goleiro Manuel Neuer cobrava um tiro de meta.

Leia também: James Rodriguez deve ficar fora da estreia da Colômbia na Copa

Prevendo eventuais punições, a Federação Mexicana já havia divulgado um comunicado aos seus torcedores antes do início da Copa do Mundo , pedindo claramente para que eles não gritassem a palavra durante as partidas. A tendência é que a Fifa aplique uma multa ao México , o que já aconteceu sete vezes com a federação desde a Copa de 2014.

Uma multa semelhante já foi aplicada ao Brasil durante as eliminatórias da sul-americanas. Em uma adaptação do grito mexicano, o brasileiros gritavam "bicha" durante os tiros de meta dos adversários. As cobranças fazem parte da tentativa da Fifa de banir dos estádios ofensas homofóbicas ou qualquer tipo de preconceito.

Leia também: Estreia da Islândia na Copa do Mundo é vista por 99,6% da população do país

México na Copa

Apesar do ponto negativo pelos gritos homofóbicos, dentro de campo os mexicanos surpreendeu positivamente. A seleção apostou nos contra-ataques para criar jogadas na partida contra a Alemanha e, apesar de desperdiçar muitas chances, conseguiu aproveitar uma delas e vencer por 1 a 0.

O gol foi marcado pelo atacante Lozano, do PSV. O jogador recebeu um grande lançamento de Chicharito na ponta esquerda, driblou a marcação e chutou forte para superar Neuer e garantir o resultado histórico para a seleção. 

A comemoração foi tanta que um instituto de sismologia mexicano detectou um leve terremoto na capital do país após o gol. Segundo o Instituto de Investigações Geológicas e Atmosféricas (Iigea), o sismo foi percebido por pelo menos dois sensores na Cidade do México , por volta de 10h32 (horário local).

Leia também: Bélgica acorda no segundo tempo e vence o estreante Panamá sem encantar

Com o resultado, o México ficou na liderança do Grupo F junto com a Suécia, que venceu a Coreia do Sul pelo mesmo placar de 1 a 0, já nesta segunda-feira, após um pênalti marcado com auxílio do VAR.

    Leia tudo sobre: Futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.