Tamanho do texto

Última vitória da seleção brasileira contra adversário que não tem a letra "C" no início aconteceu em 2006, contra Gana, na Copa do Mundo da Alemanha

Se depender da superstição, vitória contra a Costa Rica, pela segunda rodada da Copa do Mundo, está garantida
Pedro Martins/MoWa Press
Se depender da superstição, vitória contra a Costa Rica, pela segunda rodada da Copa do Mundo, está garantida

A torcida brasileira pode ter ficado insatisfeita com o resultado do jogo contra a Suíça, que marcou a estreia do Brasil na Copa do Mundo de 2018 e terminou empatado em 1 a 1. No entanto, se depender das coincidências e da superstição, a vitória contra a Costa Rica , pela segundo rodada do torneio, já está garantida: desde 2006, o a seleção vence apenas países que começam com a letra "C" em Mundiais.

Leia também: Harry Kane marca nos acréscimos e salva Inglaterra de tropeço contra Tunísia

O último país que foi derrotado pelo Brasil em Mundiais e não tem a letra "C" no início foi Gana, em confronto válido pelas oitavas de final da Copa de 2006, na Alemanha. Na partida seguinte, a seleção canarinho seria eliminada pela França. Desde então, foram mais 13 partidas e sete vitórias, sempre com os adversários cumprindo este requisito. Confira a lista de jogos:

2010

Brasil 2 X 1 Coreia do Norte 
Brasil 3 X 1 Costa do Marfim
Brasil 0 X 0 Portugal 
Brasil 3 X 0 Chile
Brasil 1 X 2 Holanda 

Leia também: Sampaoli muda Argentina após tropeço e barra Di María para dar vaga a promessa

2014 

Brasil 3 X 1 Croácia
Brasil 0 X 0 México 
Brasil 4 X 1 Camarões 
Brasil 1 X 1 Chile (vitória nos pênaltis)
Brasil 2 X 1 Colômbia
Brasil 1 X 7 Alemanha 
Brasil 0 X 3 Holanda

A última partida foi justamente a do último domingo (17), contra a Suíça , em Rostov. A seleção brasileira abriu o placar cedo, aos 19 minutos do primeiro tempo, com golaço de Philippe Coutinho, mas os comandados de Tite encontraram muita dificuldade no segundo tempo, após sofrer o empate em gol de escanteio. O Brasil esbarrou em uma boa marcação do lado suíço e dependeu muito da individualidade de Neymar – que não estava inspirado – para ameaçar o gol de Sommer.

Leia também: Fifa abre procedimento disciplinar contra o México por gritos homofóbicos

O próximo jogo do Brasil, que conta com a atenção dos supersticiosos, acontece na próxima sexta-feira (22), às 9h, no horário de Brasília, em São Petersburgo. Os suíços também jogam neste mesmo dia, às 15h, contra a Sérvia. Os sérvios, inclusive, são os líderes do Grupo E da Copa do Mundo até agora. Eles venceram a Costa Rica por 1 a 0, também na manhã do último domingo.

    Leia tudo sobre: Futebol