Tamanho do texto

Técnico testou Acuña na vaga de Biglia e barrou o jogador do PSG para dar lugar a Pavón: "Não sei se vou ser o titular, mas seria lindo", disse atacante

Jovem Cristian Pavón, de 22 anos, é candidato a assumir a vaga de Di María na equipe titular da Argentina
DIVULGAÇÃO/AFA
Jovem Cristian Pavón, de 22 anos, é candidato a assumir a vaga de Di María na equipe titular da Argentina

A estreia da seleção da Argentina na Copa do Mundo não foi do jeito que os hermanos esperavam. Após ficar apenas no empate em 1 a 1 com a seleção da Islândia , o técnico Jorge Sampaoli começou a ensaiar uma revolução na equipe titular para o próximo confronto, contra a Croácia, na quinta-feira (21).

A Argentina treinou nesta segunda-feira (18) com três nomes diferentes na equipe que saiu jogando contra a Islândia no fim de semana. Sampaoli trocou a formação da equipe do 4-2-3-1 para o 3-5-2, colocando o lateral Gabriel Mercado na vaga de Rojo na defesa.

No meio de campo, Acuña ganhou a vaga do experiente Biglia, mas a mudança de maior impacto ocorreu no ataque: o consagrado Di María foi tirado da equipe titular para dar lugar ao jovem Cristian Pavón, de 22 anos de idade.

O jogador do Boca Juniors entrou no segundo tempo contra a Islândia, justamente no lugar de Di María , e incomodou mais a defesa adversária do que o camisa 11. "Não sei se estarei entre os titulares pois o técnico ainda está testando várias opções. Ele me pede para ser agudo e para que ajude na hora de defender também. Me sinto confortável jogando tanto na esquerda quanto na direita, e seria muito bonito estar entre os titulares. Tratarei de fazer o melhor para a equipe", disse Pavón nesta segunda-feira.

Leia também: Messi lamenta erro pela Argentina contra Islândia: "Dói perder o pênalti"

"Não sou psicólogo, mas entendo que Messi está bem"

Outro candidato a sair jogando na próxima partida dos argentinos na Copa, Mercado analisou que o jogo contra a Croácia será "crucial" para as pretensões dos bicampeões mundiais, já que os croatas venceram seu primeiro confronto, contra a Nigéria, e lideram o Grupo D.

"A Croácia tentará ser protagonista na partida e faremos de tudo para impedir isso. Temos que estar preparados para todas as situações. Será importantíssimo que nossa defesa esteja sólida", afirmou o lateral.

"A Croácia tem jogadores de meio-campo com controle de bola muito bom e eles tentarão dominar a partida. É uma equipe perigosa e eu imagino que será um jogo muito lutado", disse Mercado.

Questionado sobre como está Lionel Messi, que desperdiçou um pênalti na estreia contra a Islândia, o lateral da Argentina minimizou. "Não sou psicólogo, mas vejo Messi bem, como a todos os companheiros. Não devemos olhar para trás. Podemos corrigir erros, mas devemos ficar nos lamentando", afirmou. 

Leia também: James Rodriguez deve ficar fora da estreia da Colômbia na Copa

    Leia tudo sobre: futebol