Tamanho do texto

Instituto de sismologia do México detectou um leve terremoto na capital do México após o gol de Lozano, que deu a vitória sobre a Alemanha

Um instituto de sismologia do México detectou um leve terremoto na capital do país após o gol de Lozano contra a Alemanha, na Copa do Mundo de 2018, na Rússia.

Leia também: México surpreende, aposta em contra-ataques e derrota Alemanha

Gol do México
Divulgação/Fifa
Gol do México

Segundo o Instituto de Investigações Geológicas e Atmosféricas (Iigea), o sismo foi percebido por pelo menos dois sensores na Cidade do México , por volta de 10h32 (horário local).

"O terremoto detectado na Cidade do México foi gerado de maneira artificial. Possivelmente pelos saltos durante o gol da seleção do México no Mundial", escreveu a instituição no Twitter. A magnitude não foi informada.

O jogo

A partida já começou a todo o vapor. Logo no primeiro minuto, Lozano recebeu pela esquerda, invadiu a área, tentou ajeitar para a perna direita, mas foi travado por Boateng na hora da finalização. A resposta da Alemanha veio no minuto seguinte: Timo Werner recebeu bom passe na direita da área e arriscou de primeira. A tentativa não foi como o atacante queria e a bola foi pela linha de fundo.

No entanto, aos 35 minutos o ataque em velocidade deu certo e o México surpreendeu ao abrir o placar. Ozil faz besteira e perde a bola no meio, possibilitando que Chicharito encontre Lozano na ponta esquerda. O atacante do PSV corta Hummels, leva para a perna direita e chuta  forte para vencer Neuer e abrir o placar em Moscou.

A resposta da Alemanha veio apenas dois minutos depois. Kimmich foi derrubado na entrada da área. Kross foi para a cobrança e colocou no ângulo do gol mexicano, mas Ochoa voou, fez uma defesa milagrosa e a bola ainda pegou no travessão. Quase um empate imediato dos alemães, mas o resultado se manteve até o final do primeiro tempo.

Leia também: "Não tenho nenhum medo de sonhar grande", diz Neymar na véspera da estreia 

O México apostou novamente em um ataque em velocidade. Chicharito partiu com verticalidade apenas com Boateng na marcação. Vela passou no lado esquerdo, livre de marcação, mas o atacante errou um passe simples e atrasou toda a jogada mexicana, que acabou não dando em nada. Era uma chance claríssima de ampliar a vantagem.

Aos 19 minutos, Kimmich quase marcou um golaço. Após cruzamento da direita, o lateral tentou dar uma bicicleta, sem muita classe, mas a bola passou muito perto do travessão de Ochoa e parou na rede superior do gol mexicano.

A Alemanha começou a se mandar para o ataque e buscar o resultado de qualquer maneira. Com isso, o México continuou utilizando contra-ataques em velocidade, mas perdendo grandes oportunidades. Layún teve três oportunidades: em duas delas, arriscou para fora, na outra, errou um passe fácil em uma jogada onde os mexicanos estavam em maior número.

No final da partida, a Alemanha pressionou o México de todas as maneiras possíveis: arriscou de fora da área, tentou cruzamento na área e enfiadas de bola pelo meio, mas nada deu certo. Aos 43 minutos, a equipe ainda acertou a trave. Após rebote da zaga mexicana, Brandt arriscou um chute improvável de fora da área e acertou no poste direito de Ochoa. 

Leia também: Com golaço de falta, Sérvia vence Costa Rica pelo grupo do Brasil 

Com o resultado, o  México  assumiu a liderança do Grupo F. Suécia e Coreia do Sul se enfrentam amanha para completar a primeira rodada.

    Leia tudo sobre: Futebol