Tamanho do texto

Atacante entrou apenas no segundo tempo para tentar o empate, mas falha de Cueva e goleiro dinamarquês definiram vitória dos europeus por 1 a 0

Peru e Dinamarca fizeram estreia na Copa do Mundo neste sábado (16), em jogo válido pelo Grupo C
Divulgação/Fifa.com
Peru e Dinamarca fizeram estreia na Copa do Mundo neste sábado (16), em jogo válido pelo Grupo C

Trinta e seis anos se passaram desde a última vez em que a seleção do Peru entrou em campo para disputar uma Copa do Mundo. A espera acabou neste sábado (17), mas não do jeito que os sul-americanos esperavam. A equipe comandada pelo técnico Ricardo Gareca foi derrotada pela Dinamarca pelo placar de 1 a 0, em jogo válido pelo Grupo C.

Os peruanos depositavam suas esperanças no camisa 9, Paolo Guerrero, mas o atacante não estava 100% bem fisicamente e ficou no banco de reservas, indo a campo apenas no segundo tempo, quando o Peru já perdia o jogo por 1 a 0. O gol da partida foi marcado por Poulsen, após boa jogada de Eriksen, o craque do time.

Dinamarca e França ( que venceu a Austrália por 2 a 1 nesta manhã ) agora dividem a liderança do Grupo C, com três pontos e um gol de saldo. Já o Peru e os australianos ficam sem pontuar nessa rodada inicial e terão que correr atrás das duas seleções europeias.

Leia também: Messi perde pênalti, Argentina para na defesa da Islândia e apenas empata

O jogo

Empurrados pela torcida que foi em peso testemunhar o reencontro da seleção peruana com a Copa do Mundo, os sul-americanos assumiram o controle das ações ofensivas desde os primeiros minutos de jogo, contando principalmente com a distribuição de jogo de Cueva e com a habilidade de Carrillo pelo lado do campo.

O volume de jogo peruano possibilitou chances criadas aos sete minutos, em chute de fora da área de Yotún que foi defendido por Schmeichel, e aos 10 minutos, com arremate perigoso de Flores. A melhor chance advinda desse domínio inicial peruano foi criada aos 12 minutos por Carrilo, que roubou a bola do lado direito do ataque, puxou para o meio e bateu cruzado para difícil defesa do goleiro dinamarquês.

A primeira chegada da Dinamarca só se deu aos 26 minutos, com batida de fora de Delaney, que saiu com algum perigo por cima da meta defendida por Gallese.

Mas o lance-chave do primeiro tempo ficou para o final. Aos 43 minutos, Cueva cortou Poulsen e levou um 'rapa' dentro da área. O árbitro gambiano Bakary Gassama mandou o jogo seguir, mas depois voltou atrás e pediu o apoio do árbitro de vídeo (VAR). A penalidade foi assinalada e o próprio Cueva partiu para a cobrança, mas isolou de forma bisonha.

No segundo tempo a Dinamarca saiu um pouco mais para o ataque e conseguiu abrir o placar aos 14 minutos, com Poulsen – o mesmo que havia feito pênalti em Cueva. O camisa 20 da Dinamarca aproveitou bom contra-ataque puxado por Eriksen e bateu entre o goleiro e a trave direita para abrir o placar.

Em desvantagem no placar, o técnico Ricardo Gareca decidiu mandar Guerrero a campo, e o centroavante fez sua primeira finalização já aos 18 minutos, em cabeceio defendido por Schmeichel.

A principal participação do camisa 9 em campo foi aos 33 minutos, quando o atacante aproveitou jogada de Cueva dentro da área e tentou o arremate de calcanhar, mas a bola saiu raspando a trave esquerda do goleiro dinamarquês, com muito perigo.

Os peruanos ainda pressionaram e conseguiram outra finalização perigosa com Farfán, mas era mesmo o dia de Schmeichel e o goleiro conseguiu mais uma vez manter o zero do lado dinamarquês do placar.

O próximo jogo do Peru na Copa do Mundo será na quinta-feira (21), contra a França. Já a Dinamarca enfrenta a Austrália, também na quinta-feira, em jogo válido pelo Grupo C do Mundial.

Leia também: Marcelo será capitão na estreia da seleção; equipe faz reconhecimento do gramado

    Leia tudo sobre: futebol