Tamanho do texto

Messi teve a bola que poderia ter dado a vitória da Argentina nos pés, mas cobrou mal o pênalti e vou a equipe empatar contra a Islândia

Messi viveu altos e baixos no empate da Argentina com a Islândia por 1 a 1 neste sábado. Em partida válida pelo grupo D, a equipe argentina até chegou a sair na frente com gol de Agüero, mas sofreu o empate logo depois. No segundo tempo, o capitão teve a chance de recolocar o país na frente do placar, mas cobrou pênalti nas mãos do goleiro.

Leia também: Messi perde pênalti, Argentina para na defesa da Islândia e apenas empata

Messi lamenta pênalti perdido
Reprodução/Twitter
Messi lamenta pênalti perdido

Mesmo com o apoio dos seus companheiros de time e da comissão técnica, Messi não escondeu sua decepção e frustração por ter disperdiçado a cobrança. Em entrevista coletiva, o craque admitiu que se sentia responsável pelo empate e que a seleção merecia a vitória.

Leia também: Tite diz que Neymar não está 100%, mas o "suficiente para fazer um grande jogo"

"A verdade é que não conseguimos ganhar a partida, somar os três pontos. Creio que merecíamos ganhar a partida, mas agora é seguir e pensar no que vem. Dói perder o pênalti, porque nos daria a vantagem. E conseguir uma diferença muda a partida, como não aconteceu no primeiro gol. Mas não conseguimos manter porque empataram rápido",  disse o craque.

Messi também falou sobre a boa defesa da islãndia, que conseguiu segurar o forte ataque argentino, que pressionou durante toda a partida. "É complicado, eles não queriam jogar, ficara muito atrás. Tentamos entrar (na defesa), mas não encontramos espaços, e eles se fecharam bem e cortavam. Fizemos um gol rápido, eles tiveram a chance de empatar. Ainda tivemos mais algumas chances, mas no segundo tempo eles se fecharam e não criaram mais situações", analisou.

Leia também: Marcelo será capitão na estreia da seleção; equipe faz reconhecimento do gramado

Messi também já está pensando na próxima partida da seleção, e perdiu foco para garantir a classificação ao mata-mata. "Tentaremos superar isso rápido, teremos um dia para descansar e começar a preparar o que vamos fazer a próxima partida. Seguimos com a mesma ambição, a mesma vontade. Creio que podemos melhorar. Merecíamos ganhar esta partida, não pensávamos começar com um ponto no primeiro jogo. Mas foi só a primeira partida, é um Mundial muito equilibrado e todas as partidas são muito iguais", declarou.

    Leia tudo sobre: Futebol