Tamanho do texto

Zagueiro Giménez foi para área e garantiu a vitória uruguaia na estreia marcando de cabeça no final da partida

Giménez marcou o gol da vitória do Uruguai sobre o Egito aos 44 minutos do segundo tempo
FIFA/ Divulgação
Giménez marcou o gol da vitória do Uruguai sobre o Egito aos 44 minutos do segundo tempo

O Uruguai tentou de todas as maneiras, parou em boas defesas do goleiro El Shenawy, mas conseguiu balançar as redes aos 44 minutos do segundo tempo para fazer 1 a 0 sobre o Egito e estrear com vitória na Copa do Mundo  da Rússia - a partida foi realizada no estádio de Ecaterimburgo para 27.015 torcedores.

Leia também: Confira a classificação dos grupos e os jogos da primeira fase da Copa

Com o triunfo, Uruguai  soma os mesmos três pontos que a Rússia, mas a dona da casa lidera pelo saldo de gols, já que fez 5 a 0 na Arábia Saudita no jogo de abertura do Mundial. O Egito ainda não pontuou, assim como os árabes.

Na próxima rodada, os uruguaios encaram os sauditas, na quarta-feira que vem. Um dia antes, a seleção egípcia mede forças contra os anfitriões russos.

Leia também: Árbitro de Real Madrid x Grêmio apitará estreia do Brasil na Copa

Mesmo praticamente recuperado de uma lesão no ombro, o astro egípcio Mohamed Salah iniciou o duelo no banco de reservas e não entrou. Pelo lado uruguaio, o técnico Óscar Tabárez mandou a campo força máxima, com o cruzeirense De Arrascaeta no meio de campo e Suárez e Cavani no comando de ataque.

Primeiro tempo equilibrado

Luis Suárez perdeu uma chance incrível no primeiro tempo de Egito x Uruguai
Twitter/Reprodução
Luis Suárez perdeu uma chance incrível no primeiro tempo de Egito x Uruguai

O primeiro tempo foi bastante equilibrado, com maior volume de jogo e posse de bola do Uruguai. O Egito ficou a maior parte da etapa inicial se defendendo, arricando poucos contra-ataques.

A melhor chance de gol foi de Luis Suárez , que recebeu na segunda trave após cruzamento na área e finalizou mascado, acertando a rede pelo lado de fora. Cavani também teve uma boa oportunidade depois de driblar um defensor e chutou de perna esquerda, mas a zaga do Egito conseguiu afastar o perigo.

Gol no fim salvou o Uruguai

Suárez tentou em cobrança de falta
FIFA/ Divulgação
Suárez tentou em cobrança de falta

Logo no primeiro minuto do segundo tempo, Suárez recebeu de Cavani na área e ficou cara a cara com o goleiro El Shenawy, que fez uma excelente defesa com o joelho, à queima roupa. 

A exemplo do que aconteceu na primeira metade do duelo, os uruguaios mantiveram a posse de bola e sempre rondavam a área egípcia, mas sem criatividade para penetrar. Quando conseguiu furar o bloqueio e ficar mais uma vez na frente do gol, Suárez errou no drible e o goleiro rival fez a defesa.

Em um dos poucos ataques que fez, o Egito obrigou o goleiro Muslera a fazer uma defesa difícil em chute cruzado de Fathi. O arqueiro El Shenawy também trabalhou aos 36 minutos fazendo uma intervenção fantástica em chute de primeira de Cavani, da entrada da área.

Leia também: Estado Islâmico ameaça cometer atentado terrorista na Copa da Rússia

Aos 43 minutos, Cavani bateu falta da meia-esquerda e acertou a trave. Mas, no lance seguinte, aos 44, saiu o gol da vitória. Carlos Sanchez levantou na área em cobrança de falta pela direita e o zagueiro Gimenez subiu mais alto que a zaga egípcia para balançar as redes.

FICHA TÉCNICA

EGITO 0 x 1 URUGUAI

Local : Estádio Central, em Ecaterimburgo (Rússia)
Data : 15 de junho de 2018 (sexta-feira)
Horário : 9h (de Brasília)
Árbitro : Bjorn Kuipers (Holanda)
Assistentes : Sander Van Roekel (Holanda) e Erwin Zeinstra (Holanda)
Cartão amarelo : Hegazy (EGI)

GOL :
URU: Giménez, aos 44 minutos do segundo tempo

EGITO : El Shenawy, Fathi, Ali Gabr, Hegazy e Abdel-Shafi; Hamed (Morsy), Elneny, Warda (Sobhy) e Abdalla; Trezeguet e Marwan Mohsen (Kahraba).  Técnico : Héctor Cúper

URUGUAI : Muslera; Varela, Godín, Giménez e Cáceres; Nández (Sanchez), Vecino, Bentancur e De Arrascaeta (Cristian Rodriguez); Cavani e Luis Suárez.  Técnico : Óscar Tabárez

    Leia tudo sobre: Futebol