Tamanho do texto

Russos mantêm a tradição de nunca um anfitrião perder o jogo de abertura e vencem com a maior vantagem em partida inaugural desde 1954

Foram quatro anos de espera, mas, enfim, a Copa do Mundo está de volta. Nesta quinta-feira, no estádio Luzhniki, em Moscou, a anfitriã Rússia enfrentou e venceu a Arábia Saudita por 5 a 0, fazendo os primeiros três pontos do Mundial e assumindo a ponta do Grupo A , além de manter a tradição de nunca um país-sede perder na partida inaugural.

Leia também: Em 15 minutos, Robbie Williams emociona público na cerimônia de abertura da Copa

Rússia abriu a Copa do Mundo da melhor maneira possível: vitória por 5 a 0 sobre a Arábia Saudita
FIFA/ Divulgação
Rússia abriu a Copa do Mundo da melhor maneira possível: vitória por 5 a 0 sobre a Arábia Saudita

Apesar do placar, a Arábia Saudita começou melhor e teve mais posse de bola durante grande parte do jogo, mas foi a Rússia quem soube aproveitar melhor as chances e conseguiu construir a goleada por ter mais força física e também a qualidade de Golovin, meia de 22 anos que defende o CSKA Moscou.

O primeiro gol da Copa 2018 foi marcado por Gazinskiy, aos 11 minutos da primeira etapa. Já aos 42, Cheryshev, que começou no banco, ampliou. Já na segunda etapa, aos 25 minutos, Dzyuba, que também saiu da reserva, fez o terceiro. Já aos 46 minutos, Cheryshev fez o segundo dele para transformar a vitória em goleada. E aos 49 minutos, Golovin fez o último em cobrança de falta praticamente perfeita para fechar a vitória em grande estilo.

O jogo

Os primeiros lances da partida foram de pouca qualidade técnica, mas os anfitriões conseguiram se sobrepor. A primeira chance foi aos sete minutos, quando Sobnin tomou a bola no meio de campo e puxou contra-ataque tocando para Dzagoev, que inverteu para Smolov. Ele foi até a linha de fundo e cruzou para Samedov, mas na hora do chute a zaga conseguiu travar.

Aos 11 minutos, o primeiro gol da Copa de 2018. Após escanteio, a bola sobrou para o time russo. Da entrada da área, Golovin cruzou na direção de Gazinskiy, que subiu mais que a zaga saudita para testar no canto e abrir o placar para a Rússia.

Três minutos mais tarde, a seleção árabe saiu jogando errado e a bola foi tocada para Mario Fernandes na direita. Ele devolveu para Dzagoev, que chutou travado e quase fez o segundo, mas dessa vez o goleiro Al-Muiaouf saltou para fazer grande defesa.

A primeira boa chegada da Arábia Saudita foi aos 21 minutos. Com velocidade e pela esquerda, Al-Sahlawi recebeu cruzamento e acabou batendo travado com Kutepov. Ainda assim, a bola passou muito perto do gol de Akinfeev. Aos 23, Dzagoev sentiu a coxa esquerda em lance de contra-ataque e precisou ser substituído. Cheryshev entrou em seu lugar.

Aos 30, os árabes tiveram boa chance em cobrança de falta pelo lado direito, mas, após cruzamento, a bola foi para fora em cabeçada de Yasser. Outra boa oportunidade da Rússia foi aos 35 minutos. Golovin avançou, pedalou na frente do zagueiro, mas acabou caindo na hora do chute.

Leia também: Memes tomam conta da internet na abertura da Copa do Mundo

Gazinskiy comemora o primeiro gol da Copa do Mundo
FIFA/ Divulgação
Gazinskiy comemora o primeiro gol da Copa do Mundo

Sete minutos mais tade, em novo contra-ataque russo, Cheryshev foi lançado na esquerda, entrou na área, conseguiu driblar o zagueiro, mas ao invés de chutar, tentou outro corte e a bola saiu. No lance seguinte, Mario Fernandes lançou na direita para Smolov, que rolou para Zobnin na entrada da área. O meia viu Cheryshev livre.

O atacante, então, com muita calma, deu leve toque, tirou dois zagueiros e bateu firme de perna esquerda sem chances para o goleiro e ampliou o placar para os russos. Foi um lindo gol. Aos 47 minutos, o árbitro argentino apitou o fim do primeiro tempo com vantagem da anfitriã, que foi empurrada pela torcida.

A etapa final começou e a Rússia tentou partir para cima para ampliar. Teve uma oportunidade aos seis minutos, quando Samedov pegou sobra na entrada da área, mas acabou chutando para fora. Aos 11, os árabes responderam. Al Burayk chegou pela direita, cruzou e Al Sahlawi conseguiu desviar. A bola cruzou todo o gol e por pouco Al Jassim não chegou nela para diminuir o placar.

A partir de então o jogo caiu tecnicamente, mas aos 22 minutos Zobnin invadiu a área, bateu cruzado e o goleiro saudita não conseguiu segurar e quase entregou no pé do atacante russo. Três minutos depois, a seleção anfitriã chegou novamente.

Mario Fernandes fez boa jogada pela direita tocou para Golovin, que cruzou e viu Dzyuba, que tinha acabado de entrar, ganhar do zagueiro para cabecear sozinho e fazer o terceiro da Rússia. A Arábia tentou responder aos 28 minutos com Al Dawsari, mas o chute de fora da área saiu sem direção.

Com 31 minutos jogados no segundo tempo, os russos quase fizeram o quarto, em cabeçada de Zobnin depois de cobrança de falta de Golovin. Já no final da partida, aos 42, Golovin recebeu o primeiro cartão da Copa do Mundo de 2018. E dava tempo para mais gols. A bola sobrou na entrada da área pelo lado esquerdo e Cheryshev chutou de trivela no ângulo do goleiro saudita para ampliar.

Para fechar o placar em Moscou, Golovin cobrou falta de forma quase perfeita aos 49 minutos e fez o quinto da Rússia. Logo na sequência, o árbitro encerrou a partida. Grande início da seleção russa na Copa de 2018.

Ficha técnica

Rússia 5 x 0 Arábia Saudita - 1ª rodada

Data: 14 de junho de 2018, quinta-feira, às 12h (horário de Brasília)
Local: Estádio Luzhniki, em Moscou
Árbitro: Nestor Pitana (ARG)
Assistentes: Juan Pablo Belatti e Hernan Maidana (ARG)
Público: 78.011
Gols: Gazinskiy, aos 11'/1ºT (1x0), Cheryshev, aos 42'/1ºT (2x0), Dzyuba, aos 25'/2ºT (3x0), Cheryshev, aos 46'/2ºT (4x0) e Golovin, aos 49'/2ºT (5x0)
Cartões: Golovin, aos 42'/2ºT (RUS)
Rússia: Akinfeev, Mario Fernandes, Kutepov, Ignashevich e Zhirkov; Gazinskiy, Zobnin, Golovin, Samedov (Kuzyaev, aos 19'/2ºT); Dzagoev (Cheryshev, aos 23'/1ºT) e Smolov (Dzyuba, aos 23'/2ºT), 
Técnico: Stanislav Cherchesov
Arábia Saudita: Abdullah Al Maiouf, Mohammed Al Burayk, Osama Hawsawi, Omar Hawsawi e Yasir Al Shahrani; Abdullah Otayf (Fahad Al Muwallad, aos 19'/2ºT), Yehya Al Shehri (Bahbir, aos 29'/2ºT), Taisir Al Jassim, Salman Al Faraj e Salem Al Dawsari; Mohammad Al Sahlawi (Asiri, aos 39'/2ºT)
Técnico: Antonio Pizzi

Leia também: Comunidade LGBT promove 'Copa do arco-íris' contra homofobia na Rússia

Pelo mesmo grupo de Rússia e Arábia Saudita jogarão Egito e Uruguai, nesta sexta-feira, às 9h, na Arena Ecaterimburgo.

    Leia tudo sobre: futebol