Tamanho do texto

Entre as seleções que vão disputar o Mundial, os russos são os piores colocados no ranking da Fifa e vivem um jejum de sete jogos sem vitória

Artem Dzyuba é um dos convocados da Rússia para a Copa do Mundo de 2018
Reprodução
Artem Dzyuba é um dos convocados da Rússia para a Copa do Mundo de 2018

Pouco dias antes de fazer o jogo de abertura da Copa do Mundo contra a Arábia Saudita, a anfitriã Rússia não vive um bom momento. Entre as seleções que vão disputar o Mundial, os russos são os piores colocados no ranking da Fifa e vivem um jejum de sete jogos sem vitória. 

Leia também: Antes do 4 a 1, técnico da Costa Rica não conhecia Hazard: "O 10 causou danos"

A má fase, logicamente, começou a render críticas à equipe da Rússia por parte da imprensa. Isso motivou o atacante Artem Dzyuba a pedir maior apoio da mídia. "Eu gostaria de pedir a vocês, jornalistas, que nos apoiem. O torneio ainda nem começou e vocês estão sendo tão agressivos. Esperem a competição acabar e depois façam as conclusões. Agora eu peço um país unido. Milhões de pessoas vão torcer por nós", disse o jogador.

Apesar de saber que o país tem poucas chances de ir longe na Copa do Mundo, Dzyba garante que os torcedores verão um time esforçado em campo. "Queremos fazer este país feliz. Sabemos que muitas pessoas acreditam em nós. Eu garanto que ninguém estará em campo pensando que é uma partida qualquer, todos vão lutar e se esforçar", afirmou o atacante.

Leia também: Joias de França e Inglaterra abandonam treinos após pancadas e preocupam

Além disso, o jogador também falou sobre a importância do torneio para todos os atletas russos. "Estamos nos preparando para a competição, nós queremos ganhar. Este é o evento mais importante das nossas vidas. Precisamos de apoio de todo o país. Nós vamos lutar, nos esforçar e vocês irão nos julgar depois", finalizou.

Os anfitriões da Copa do Mundo estão do Grupo A do torneio. Além da Arábia Saudita, também estão presentes na chave as seleções de Uruguai e Egito. O jogo de abertura do torneio acontecerá em Moscou, na próxima quinta-feira (14), às 12h do horário de Brasília.

Leia também: Neymar agradece torcida após treino aberto em Sochi: "Clima perfeito"

Depois do jogo contra os sauditas, os russos enfrentam o Egito na abertura da segunda rodada do torneio, que acontece na terça-feira (19). A Rússia encerra sua participação na primeira fase da Copa do Mundo contra a seleção uruguaia no dia 25.

    Leia tudo sobre: Futebol