Tamanho do texto

Zagueiro sentiu incômodo no joelho esquerdo, mas jornais afirmam que tudo não passou de um susto; David Silva também deixou o treino mais cedo

Os torcedores da Espanha tomaram um susto na manhã desta segunda-feira (11). Isso porque Pqué deixou o treino da seleção mais cedo depois de sentir um incômodo no joelho esquerdo. 

Leia também: Jogadores têm folga e curtem praia no primeiro dia da seleção na Rússia

Piqué sente e deixa treino da Espanha mais cedo
Divulgação
Piqué sente e deixa treino da Espanha mais cedo


Em uma disputa com Diego Costa, Piqué sentiu o joelho e acabou deixando o campo minutos depois. Embora a Federação Espanhola ainda não ter se manifestado sobre o ocorrido, os jornais espanhóis Marca e Mundo Deportivo apontam que está tudo bem com o zagueiro.

Leia também:  Liderada por James Rodríguez, Colômbia quer repetir boa campanha de 2014

Além do zagueiro, o meia David Silva também foi outro jogador que deixou as atividades da Espanha mais cedo. No entanto, não apresentou problemas físicos e também só tomou um susto.

"Quase impossível"

Andrés Iniesta
Reprodução
Andrés Iniesta


Herói da seleção da Espanha em 2010 com o gol que deu a Copa do Mundo sobre a Holanda na final do Mundial na África do Sul, Andrés Iniesta declarou que ganhar a Copa é algo quase impossível de se fazer. Em entrevista à GQ , o ex-Barcelona disse que será difícil repetir o feito.

"Temos que valorizar o que conseguimos e ter a consciência que ganhar o Mundial é algo quase impossível, muito, muito difícil. Ultrapassar as fases da competição, uma a uma, é muito exigente", disse Iniesta, que também adimitiu que em 2014 a Espanha "não estava ao nível que era exibido para a competição".

Leia também: Iniesta admite dificuldade da Espanha em ganhar Copa: "É algo quase impossível"

"Não acho que foi um fator em específico, nem a fadiga, nem a falta de atenção. Pelo contrário, foi um conjunto de coisas e o que aconteceu nesse ano deve servir de aviso. Vamos todos para a Rússia com os pés bem assentes no chão", finalizou o jogador.

A Espanha de Piqué é um dos 14 países da Europa que vão participar da Copa do Mundo de 2018, na Rússia. Foram nove vitórias e apenas uma derrota nas Eliminatórias do continente e a liderança no Grupo G, garantiu a presença da seleção no Mundial. A vaga veio depois de vencer a Albânia por 3 a 0 e empate da Itália, única equipe que tinha chance de alcançar a Fúria.