Tamanho do texto

Volante sofreu trauma no tornozelo após disputa com Casemiro no treino de ontem; seleção fez hoje último treino em Londres e agora segue para Viena

Fred recebeu atenção médica após sofrer entrada forte de Casemiro em treino da seleção brasileira
Pedro Martins/MoWA Press - 7.6.18
Fred recebeu atenção médica após sofrer entrada forte de Casemiro em treino da seleção brasileira

O volante Fred não participou do treino da seleção brasileira nesta sexta-feira (8) e está entregue à fisioterapia. A ausência do jogador recém-contratado pelo Manchester United nas atividades desta manhã foi resultado de uma pancada sofrida no tornozelo em  disputa com Casemiro no coletivo de ontem – que o obrigou a deixar o gramado.

O médico da seleção, Rodrigo Lasmar, explicou em entrevista concedida ainda nessa quinta-feira (7) que a situação de Fred passaria a ser conhecida somente hoje, 24 horas após a pancada, e  não descartou a possibilidade de submeter o atleta a exames de imagem caso ele continue se queixando de dores. Havia a expectativa de que o camisa 18 da seleção na Copa pudesse treinar normalmente nesta manhã, mas o corpo médico da CBF entendeu que era necessário trabalhar a recuperação do atleta. 

Leia também: Marcelo defende Sergio Ramos e diz que portas do Real estão abertas para Neymar

Último treino em Londres

A seleção brasileira fez nesta sexta-feira o último treino no CT do Tottenham, em Londres. A delegação agora viajará para Viena, na Áustria, onde disputará amistoso contra os donos da casa no domingo (10). No dia seguinte, a seleção já embarca para Socchi, na Rússia, onde ficará hospedada durante a disputa da Copa do Mundo.

Os trabalhos desta manhã foram divididos em três campos, com trabalhos específicos para cada posição. Os atacantes e meias ficaram sob as ordens do auxiliar técnico Cléber Xavier.  Renato Augusto, recém-recuperado de uma inflamação no joelho, participou normalmente da atividade com os demais atletas.

Já os defensores treinaram sob a orientação do auxiliar Sylvinho, que trabalhou a chamada movimentação sincronizada e leitura de jogo. Os goleiros, como de costume, trabalharam diretamente com os preparador Taffarel e Rogério Maia. Eles utilizaram um campo preparado especificamente para exercícios de goleiros, com dimensões menores e apenas uma baliza. Tite caminhou de campo em campo para acompanhar as atividades.

O técnico da seleção esboçou nesta semana uma equipe titular com o retorno de Neymar e a manutenção de Willian no time, com Coutinho atuando pelo meio. Essa deve ser a formação que vai enfrentar a Áustria, adversário escolhido para o último amistoso pré-Copa por ter características semelhantes às da Sérvia, que está no grupo do Brasil no Mundial. 

Leia também:  Fred , volante da seleção, é confirmado como reforço do Manchester United

    Leia tudo sobre: futebol