Tamanho do texto

Torcida brasileira foi a terceira que mais solicitou ingressos para assistir partidas da Copa do Mundo de 2018, na Rússia

Torcida brasileira vai estar em peso na Rússia para assistir a Copa do Mundo de 2018
Twitter/Reprodução
Torcida brasileira vai estar em peso na Rússia para assistir a Copa do Mundo de 2018

De acordo com informações do ministro das Relações Exteriores do Brasil, Aloysio Nunes, cerca de 60 mil brasileiros vão viajar à Rússia para assistir à Copa do Mundo. A estimativa foi realizada pelo Itamaraty e pelo Ministério do Esporte, sendo divulgada no evento que lançou o Guia Consular do Torcedor Brasileiro, manual com informações sobre a Rússia para ajudar os turistas.

Leia também: CBF divulga foto oficial da seleção brasileira para a Copa do Mundo

Nunes admitiu que a chegada de tantos brasileiros na Rússia para a Copa do Mundo vai causar um "estresse" na rede consular no país, localizada em Moscou. Para auxiliar, o ministro alegou que vai instalar postos consulares nas cidades de Sóchi, Kazan, Samara, Rostov e São Petersburgo.

Leia também: Os jogadores que estão no álbum, mas ficaram fora da Copa do Mundo

De acordo com a Fifa , o Brasil foi o terceiro país que mais solicitou ingressos para os jogos da Copa do Mundo, sendo 72 mil bilhetes comprados. A lista divulgada pela entidade colocou a Rússia em primeiro e os Estados Unidos na vice-liderança. No total, mais de 2,4 milhões de entradas foram vendidas. Visto que a procura pelos ingressos está sendo alta, a entidade máxima do futebol mundial anunciou nesta sexta-feira (8) que colocou mais de 100 mil bilhetes à venda.

Leia também: 20% da população da Islândia solicita ingressos para Copa do Mundo de 2018

Preços e organização para a Copa

A Catedral de São Basílio é um dos pontos turísticos mais famosos de Moscou, capital da Rússia
Reprodução
A Catedral de São Basílio é um dos pontos turísticos mais famosos de Moscou, capital da Rússia

Existem quatro categorias de preço para as entradas da Copa 2018 , mas apenas três são acessíveis para quem não mora na Rússia . A categoria 1 é a mais cara, com preços que variam de 210 dólares (R$ 682) a 1100 dólates (R$ 3.580); a categoria 2 tem ingressos custando de 165 dólares (R$ 538) a 710 dólares (R$ 2.315); e a categoria 3 tem preços variando de 105 dólares (R$ 342) a 455 dólares (R$ 1451). 

Além disso, todos os torcedores que adquirirem ingressos para as partidas da Copa do Mundo também terão que solicitar o Fan ID, que é uma espécie de passaporte de identificação dos torcedores, desenvolvido pelo COL (Comitê Organizador Local) e já usado durante a Copa das Confederações. O documento também serve como visto de entrada na Rússia durante a Copa e possibilita aos torcedores o uso de transporte público gratuitamente entre algumas das sedes.