Tamanho do texto

Técnico escalou Coutinho pelo meio e Willian e Neymar abertos na equipe titular – que empatou com reservas; Renato Augusto participou da atividade

Coletivo da seleção brasileira treinou empatado em 1 a 1, com gols de Willian (titulares) e Taison (reservas)
Pedro Martins/MoWA Press - 6.6.18
Coletivo da seleção brasileira treinou empatado em 1 a 1, com gols de Willian (titulares) e Taison (reservas)

O técnico Tite pôde comandar nesta quinta-feira (7), pela primeira vez, um treino coletivo com todos os 23 jogadores da seleção brasileira à sua disposição. Isso foi possível com o retorno do meio-campista Renato Augusto, que  ficou seis dias longe dos gramados e se dedicando à fisioterapia por conta de uma inflamação no joelho esquerdo, mas que já está próximo de alcançar sua condição física ideal.

Na hora de distribuir os coletes, Tite confirmou que pretende observar Coutinho jogando pelo meio, e não pelo lado de campo, como o jogador do Barcelona vinha atuando na seleção brasileira até então. A equipe titular durante o coletivo foi formada por: Alisson, Danilo, Thiago Silva, Miranda e Marcelo; Casemiro, Paulinho e Coutinho; Willian, Neymar e Gabriel Jesus.

Do outro lado, os reservas jogaram com Cássio, Fagner, Marquinhos, Pedro Geromel e Filipe Luís; Fred, Fernandinho e Renato Augusto; Taison, Douglas Costa e Roberto Firmino. A atividade terminou com empate em 1 a 1, com gols marcados por Willian e Taison.

A equipe titular testada por Tite no coletivo deve ser a mesma que iniciará o amistoso contra a Áustria, em Viena, no próximo domingo (10). Após o jogo, a seleção já viaja para Socchi, onde ficará hospedada durante a disputa da Copa do Mundo.

Além da escalação, as últimas atividades comandadas pela comissão de Tite também indicam o estilo de jogo que o técnico espera que a seleção reproduza dentro de campo. A sessão de treinos dessa quarta-feira (6), por exemplo, foi marcada por um trabalho tático com ênfase nas ações de pressão alta da equipe. Os jogadores eram estimulados a 'sufocar' aquele que estava com a bola para recuperar a posse ainda no ataque. Também foi trabalhada a transição com qualidade do ataque para a defesa.

Leia também: Internautas do iG escalam meio campo ideal da seleção brasileira para a Copa

Risco de lesões não evita entradas mais duras em treino

Desde que os jogadores da seleção se reuníram na Granja Comary, no fim do mês passado, Tite teve que contornar ausências de Marcelo, Casemiro e Firmino – que estavam com seus clubes para a final da Liga dos Campeões –, e de Fagner, Neymar, Douglas Costa e Renato Augusto – todos se recuperando de problemas físicos.

Apesar do temor dos atletas e da comissão técnica em relação a novas lesões, os jogadores não aliviaram no treino coletivo desta quinta. Fred, Gabriel Jesus e Taison sofreram entradas mais duras e ficaram mancando por alguns instantes. O atacante do Shaktar Donetsk até mesmo precisou receber atendimento médico no gramado.

A seleção brasileira estreia na Copa no dia 17, contra a Suíça, em Rostov. O caminho para o hexacampeonato terá ainda jogos contra a Costa Rica e a Sérvia na primeira fase.

Leia também: Anfitriã, Rússia é a pior seleção da Copa em último ranking da Fifa pré-Mundial

    Leia tudo sobre: futebol