Tamanho do texto

Atacante de 26 anos ainda falou sobre a disputa com Gabriel Jesus por uma vaga no ataque titular da seleção brasileira na Copa, além de outros assuntos

O atacante da seleção brasileira Roberto Firmino concedeu entrevista coletiva nesta quarta-feira, no Centro de Treinamento do Tottenham, em Londres, e demonstrou incômodo com as recentes  declarações do zagueiro do Real Madrid e da Espanha, Sergio Ramos, com relação à lesão de Salah e também à concussão do goleiro Karius durante a decisão da Liga dos Campeões.

Leia também: Renato Augusto pode ir a campo hoje, mas ainda impede Tite de ter grupo completo

Roberto Firmino foi o escolhido do dia para conceder entrevista coletiva e exibiu seu sorriso brilhante muitas vezes
Pedro Martins / MoWA Press
Roberto Firmino foi o escolhido do dia para conceder entrevista coletiva e exibiu seu sorriso brilhante muitas vezes

"Eu prefiro não comentar. Eu acho que ele está na razão por ter sido campeão e tudo, mas eu achei que foi muito idiota da parte dele, mas tudo bem", disparou Firmino rapidamente e acrescentou dizendo que a derrota na decisão da principal competição de clubes do mundo não martela mais em sua cabeça.

"Na minha (cabeça) não martela mais, passou. claro que no dia eu fiquei muito chateado, perdemos uma final, não foi como queriamos, mas agora bola pra frente. Estou aqui na seleção muito feliz com meus companheiros e temos mais uma oportunidade pela frente", ponderou.

O atacante de 26 anos também comentou à respeito da disputa por uma vaga com Gabriel Jesus no ataque titular da seleção na Copa do Mundo . Para ele, com qualquer um dos dois, o Brasil estará bem servido.

"Eu acho que eu e o Gabriel (Jesus) estamos em uma excelente fase. Ele foi campeão no Manchester city e fez uma excelente temporada e eu também fiz. Estamos num ótimo momento e a seleção só tem a ganhar com essa disputa boa e espero que a gente possa dar o nosso melhor durante a Copa", afirmou e explicou como ganhar a titularidade.

"Estou fazendo o meu melhor aqui na seleção como vinha fazendo no meu clube. Isso é o professor Tite que vai decidir".

Em diversos momentos da entrevista, Bobby, como é chamado em Liverpool, disse que vive o melhor momento de sua carreira. Desta forma, ele contou o que mudou desde a primeira convocação, em 2014, para agora.

"Era um Firmino novo, jogava na Alemanha ainda... fiz uma mudança pra Inglaterra, outro futebol... mais físico, mais intenso. Evoluí muito, me adaptei rápido e só cresci", disse. "Mentalmente a cada ano que passa eu venho evoluindo e eu venho trabalhando muito. Assim, acho que o resultado dentro de campo aparece", continuou o camisa 20 e falou também sobre a possibilidade do goleiro Alisson reforçar os Reds na próxima temporada.

"De vez em quando eu chamo ele pra ir pro Liverpool, falo 'ajuda a gente', mas é com o empresário dele, estão decidindo. O Alisson fez uma excelente temporada e tem outros clubes atrás dele, mas não seria nada mal se ele fosse para o Liverpool", opinou.

Leia também: Carlos Alberto Parreira vai chefiar Grupo de Estudos Técnicos da Fifa na Copa

Confira outros trechos da entrevista abaixo

Boa atuação no amistoso contra a Croácia

"Fiquei muito orgulhoso de estar voltando pra minha casa, jogar na minha casa e com a seleção. Um jogo de preparação para a Copa, duro, contra equipe muito boa, mas o mais importante é que a nossa equipe fez um bom jogo e saiu com uma vitória".

Orgulho de ser BRASILEIRO🇧🇷

Uma publicação compartilhada por Bobby Firmino (@roberto_firmino) em

Como está fisicamente

"Estou me sentindo 100% bem, essa é a minha melhor temporada em todos os aspectos. Em o que eu puder ajudar a seleção eu vou ajudar de todas as maneiras possíveis".

Diferenças entre Klopp (técnico do Liverpool) e Tite

"Acho que os dois são de alto nível e muito parecidos na forma de trabalho. Dois paizões alegres, que quando têm que dar dura dão e deixam a gente bem a vontade também"

O que diria aos críticos e ao Dunga

"Sou muito grato pela primeira convocação e ao Dunga por ter me convocado. E faz parte (críticas), alguns gostam e outros não, mas graças a Deus eu fui evoluindo cada ano que passou e esse ano é a minha melhor temporada. Eu espero que não acabe por aqui e o objetivo venha a ser concluido".

Firmino durante treinamento no CT do Tottenham

⚽️ 🇧🇷

Uma publicação compartilhada por Bobby Firmino (@roberto_firmino) em

Leia também: Com geração de ouro, Bélgica tenta título inédito na Rússia

Convocado pela primeira vez pelo ex-técnico da seleção Dunga, Roberto  Firmino tem seis gols e duas assistências com a camisa amarela em 20 jogos. Por clubes, jogou no CRB em sua infância até ser transferido para o Figueirense, em 2009, ficando até 2010, quando foi para a Europa e jogou no Hoffenheim, da Alemanha, entre 2011 e 2015, antes de ser comprado pelo Liverpool. Nos Reds, são 50 gols, 39 assistências em 144 jogos.