Tamanho do texto

Segundo a revista TV Notas, do México, oito jogadores realizaram uma festa particular com bebidas, drogas e 30 acompanhantes que durou 24 horas

A seleção do México amanhaceu nesta terça-feira em meio a uma polêmica envolvendo oito jogadores que vão representar o país na Rússia. Segundo a revista de notícias TV Notes , nomes como Ochoa, Jonathan e Giovani dos Santos e Heitor Herrera usaram seu último dia de folga antes de viajar para a Dinamarca e realizaram uma festa que durou 24 horas.

Leia também: Manchester City é o clube com maior número de jogadores na Copa do Mundo

Seleção do México foi líder nas Eliminatórias da Concacaf
Twitter/Reprodução
Seleção do México foi líder nas Eliminatórias da Concacaf

Segundo a publicação, o evento foi regado a álcool, jogos, drogas e cerca de 30 prostitutas. A festa aconteceu no último sábado, logo após a vitória de 1 a 0 contra a Escócia, no estádio Azteca, na Cidade do México .

Os jogadores Guillermo Ochoa, Carlos Salcedo, Heitor Herrera, Jesus Gallardo, Jonathan e Giovani dos Santos, Raúl Jiménez e Marco Fabián convidaram cerca de 30 prostitutas para celabrar a ida da equipe para a Copa do Mundo.

Leia também: Buffon é suspenso por 3 jogos pela Uefa após ofensa ao árbitro Michael Oliver

Revista TV Notas
Reprodução
Revista TV Notas

"Chegaram às 22h30 e ali ficaram muito bem acompanhados, com música, tragos, jogos e mulheres. Tinham a noite livre, sem suas namoradas e esposas", afirmou uma das fontes da revista, que pediu anonimato.

A FEMEXFUT (Federação Mexicana de Futebol) ainda não se proniciou sobre a reportagem da revista. O técnico Juan Carlos Osorio e os jogadores citados na reportagem também não comentaram sobre o ocorrido.



Leia também: Sergio Ramos fala de polêmicas da final da Champions e usa Firmino para ironizar

Enquanto isso, os jogadores do México  desembarcaram na Dinamarca, vão jogar o último amistoso antes da Copa do Mundo contra a equipe local, no dia 9. A estreia da equipe mexicana na Copa do Mundo será contra a Alemanha, no dia17 de junho, em Moscou.

    Leia tudo sobre: Futebol