Tamanho do texto

Seleção costarriquenha conta com o goleiro do Real Madrid Keylor Navas para repetir o feito da Copa do Mundo de 2014, no Brasil

Seleção da Costa Rica durante amistoso contra a Espanha
Divulgação/Twitter
Seleção da Costa Rica durante amistoso contra a Espanha

Empolgados pela boa participação na última edição, a Costa Rica irá disputar sua quinta Copa do Mundo na Rússia. Em cinco participações, essa será a terceira vez que a seleção costarriquenha fica no mesmo grupo que o Brasil na primeira fase. Além da seleção brasileira, a Costa Rica irá disputar uma das vagas para a fase seguinte com Sérvia e Suíça no grupo E.

Leia também: Jogadores da Alemanha estão proibidos de fazer sexo durante a Copa do Mundo

A primeira participação aconteceu em 1990, na Itália. E logo de cara, fez bonito. Sorteada no grupo C, junto de Brasil, Suécia e Escócia, a Costa Rica obteve grande desempenho em seu primeiro Mundial. Após vencer suecos e escoceses e perder apenas para o Brasil na fase de grupos, os costarriquenhos se classificaram para as oitavas de final, mas foram eliminados após perderem por 4 a 1 para a Checoslováquia. Nada mau para uma primeira vez.

Depois de ficar fora da competição em 1994 e 1998, a Costa Rica voltou ao Mundial em 2002. E novamente ficou no grupo do Brasil. Mas dessa vez não conseguiu se classificar para a fase seguinte e foi eliminada ainda na primeira fase. Com uma vitória, um empate e uma derrota, os costarriquenhos ficaram em 3° lugar no grupo, perdendo a vaga nas oitavas no saldo de gols.

Leia também: Com tatuagem de arma, Raheem Sterling causa polêmica na Inglaterra

Em 2006, o desempenho da Costa Rica foi desastroso. Com derrotas para a Alemanha, Equador e Polônia, os costarriquenhos sofreram três derrotas em três jogos e terminaram a competição na penúltima colocação geral. A terceira classificação seguida para a Copa do Mundo esteve muito próxima, mas a Costa Rica perdeu a vaga para o Uruguai, na repescagem, após perder em casa e empatar em solo uruguaio. Fora da Copa em 2010, os costarriquenhos voltaram a disputar uma Copa em 2014, no Brasil.

Leia também: Simulação da Copa no videogame tem França campeã e Brasil eliminado pela Bélgica

Copa 2014 e classificação para 2018

Costa Rica foi uma das duas classificadas da primeira fase da Copa do Mundo de 2014
Reprodução
Costa Rica foi uma das duas classificadas da primeira fase da Copa do Mundo de 2014

A Costa Rica terminou em primeiro lugar no grupo da morte, que possuía três campões mundiais, após vencer Uruguai e Itália e empatar com a Inglaterra. Nas oitavas, vitória nos pênaltis após empate por 1 a 1 com a Grécia no tempo normal. Nas quartas, empate por 0 a 0 com a Holanda no tempo normal. Na decisão por penalidades, a Holanda utilizou um grande artifício, colocando o goleiro Krul no lugar de Cilessen, visto que o reserva possuía melhor aproveitamento nessa situação. E a estratégia deu certo. Os costarriquenhos acabaram eliminados após perder por 4 a 3. Krul saiu como herói da classificação após defender duas penalidades.

Para se classificar à Copa do Mundo de 2018, a Costa Rica teve que passar pelas Eliminatórias da Concacaf, onde ficou em segundo lugar no hexagonal final, após quatro vitórias, quatro empates e duas derrotas. O grande destaque da seleção costarriquenha é o goleiro Keylor Navas . Após o tricampeonato da Champions pelo Real Madrid, Navas chega ao Mundial com moral e pretende levar a seleção da Costa Rica o mais longe possível.