Tamanho do texto

Se equipe comandada por Tite conquistar o hexampeonato, a Confederação Brasileira de Futebol vai fazer a maior premiação já feita aos atletas

Cada jogador da seleção brasileira vai receber 1 milhão de dólares se conquistarem o hexacampeonato
Divulgação/CBF
Cada jogador da seleção brasileira vai receber 1 milhão de dólares se conquistarem o hexacampeonato

Uma das favoritas ao título da Copa do Mundo de 2018, a expectativa em cima da seleção brasileira é grande. Para incentivar ainda mais a busca pelo hexacampeonato, a CBF vai premiar cada jogador com 1 milhão de dólares, o equivalente a cerca de R$ 3,7 milhões, caso a equipe de Tite seja a grande campeã. O valor seria a maior já feita pela entidade em Mundiais.

Leia também: Torcedor de Goiás cria frase do ônibus da seleção na Copa; veja as 32 mensagens

De acordo com o jornal Folha de S. Paulo , se somados todos os prêmios, a Fifa irá pagar 40 milhões de dólares (R$ 146 milhões) à seleção que vencer a Copa do Mundo na Rússia. Além dos jogadores, em caso da conquista do hexa, o treinador Tite e seus auxiliares mais próximos também teriam direito à parcela integral do prêmio. Os outros integrantes da delegação brasileira receberiam uma parte um pouco menor.

Leia também: Dias de jogos do Brasil na Copa não serão feriado, diz Ministério do Trabalho

Mudanças na premiação da CBF

Campeão da Copa do Mundo em 2002, Cafu recebeu 100 mil dólares pela conquista do penta
Divulgação
Campeão da Copa do Mundo em 2002, Cafu recebeu 100 mil dólares pela conquista do penta

A premiação prometida em 2018 é semelhante à de 2014, quando na edição do Brasil, o então presidente da CBF , José Maria Marin, anunciou que iria repassar 35 milhões de dólares (R$ 97,3 milhões, nos valores corrigidos pela inflação). Os jogadores poderiam ainda ter recbido cerca de 1 milhão de dólares, ou seja, naquele ano, R$ 2,6 milhões.

Além de hoje, o dólar estar muito mais valorizado, uma outra mudança vai interferir na premiação. Na Copa do Mundo da Rússia, a seleção brasileira vai ser premiada em três partes. Primeiramente, após a convocação. Em seguida, quando chegarem à final e então, depois da conquista do título.

Leia também: Zagallo visita a seleção brasileira na Granja Comary: "Vamos trazer essa Copa"

A primeira parte, no entanto, referente à convocação do treinador Tite, já foi feita. Até a Copa de 2014, a premiação feita pela entidade brasileira era feita de acordo com cada fase avançada no Mundial .

O prêmio oferecido em 2018 é ainda cinco vezes maior do que o efetuado aos vencedores da edição de 2002, na conquista do pentacampeoanto. Naquela ocasião, os jogadores da equipe do então treinador Luiz Felipe Scolari receberam 100 mil dólares pela Copa do Mundo na Coreia do Sul e Japão.