Tamanho do texto

Antiga fazenda da família Guinle em Teresópolis, centro de treinamentos da seleção foi inaugurado por Geisel e hoje conta com equipamentos luxuosos

Granja Comary, em Teresópolis, passou por processo de modernização em 2013, em 2016 e mais uma vez em 2018
Divulgação/CBF
Granja Comary, em Teresópolis, passou por processo de modernização em 2013, em 2016 e mais uma vez em 2018

seleção brasileira permanecerá na Granja Comary somente até o próximo sábado (26), viajando no dia seguinte para Londres, onde a preparação para a Copa do Mundo da Rússia terá continuidade. Apesar de a estadia dos jogadores da seleção em Teresópolis (RJ) ter duração de apenas seis dias, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) investiu alto para dar ao grupo de Tite mais conforto e melhores condições de trabalho do que a seleção de Felipão teve em 2014. 

Foram R$ 17 milhões empregados na construção, em apenas cinco meses, do chamado Centro de Excelência do Futebol Brasileiro , nova instalação da Granja Comary que conta com 80 equipamentos para a preparação física de atletas e integra salas para a realização de cursos.

O investimento se soma a outros realizados ao longo dos últimos anos e que transformaram o centro de treinamentos da seleção brasileira em um verdadeiro 'paraíso' para os atletas. Às vésperas do mundial de 2014, por exemplo, a casa da seleção passou por processo de modernização que custou cerca de R$ 100 milhões aos cofres da CBF.

Já em 2016, o sistema de drenagem de um dos cinco campos foi reformado, e a CBF investiu ainda na compra de novos equipamentos para a academia, na automação do sistema de iluminação do CT e na construção de uma plataforma móvel para a filmagem das sessões de treino.

Leia também: Os brasileiros que não torcem para o Brasil na Copa: quem são essas pessoas?

Como a seleção foi parar em meio à Serra dos Órgãos

Mas nem sempre o terreno de mais de 150 mil metros quadrados contou com estruturas tão sofisticadas – embora a imponência sempre tenha sido marca do local. A Granja Comary já foi uma fazenda de propriedade do empresário Carlos Guinle, que transformou parte da mata nativa da região serrana do Rio em uma "fazenda modelo", criando no local até mesmo um lago artificial.

A área da fazenda da família Guinle posteriormente foi loteada e transformada num condomínio de luxo. A CBF adquiriu um dos lotes e iniciou a construção de seu centro de treinamentos em 1983. A inauguração estava prevista para ocorrer até 1985, mas as obras atrasaram e a abertura da nova casa da seleção só veio a ocorrer em 1987. O responsável por cortar a fita de inauguração foi o ex-presidente Ernesto Geisel, que foi um dos chefes do poder Executivo durante a ditadura militar.

Hoje a infraestrutura da Granja Comary conta com sistema de hotelaria, restaurantes, piscinas, academia, auditório, clínica e até mesmo salão de beleza e espaço para churrascos. "Tudo o que um atleta precisa para ter uma alta performance, nós colocamos na granja", explicou o diretor de patrimônio da CBF, Dino Gentille, em entrevista ao site da confederação.

Leia também: A verdade dói: Saiba por que a seleção brasileira não será hexacampeã na Rússia

Seleção terá luxo em Teresópolis, em Londres e em Sochi

Na Inglaterra, grupo comandado por Tite ficará hospedado no CT do Tottenham
Divulgação/Tottenham
Na Inglaterra, grupo comandado por Tite ficará hospedado no CT do Tottenham

Para manter o alto padrão na preparação dos jogadores que vão em busca do hexa, a seleção seguirá a rotina de treinamentos no CT do Tottenham, em Londres, a partir da próxima segunda-feira (28). O clube disponibilizará, até o dia 8 de junho, sua infraestrutura com academia, sala de natação e dois campos de tamanho oficial – além de um hotel recém-construído dentro do próprio CT.

Durante a passagem pela Inglaterra, os comandados de Tite viajarão a Liverpool para disputar um amistoso contra a Croácia. A seleção viaja no dia 8 de junho para a Áustria, onde disputará a última partida pré-Copa contra a seleção da casa no dia 10, em Viena.

Já no dia seguinte, a seleção viajará para Sochi, na Rússia, cidade que servirá de base do Brasil durante a Copa do Mundo. Se o acanhado estádio municipal onde Tite comandará seus treinos não chama muita a atenção, por outro lado os jogadores e comissão técnica da CBF não terão muito o que sentir falta da Granja Comary   no quesito hospedagem. A seleção ficará no luxuoso cinco-estrelas Swissôtel Resort Kamelia, que fica a apenas 300 metros do local de treino e conta até mesmo com uma praia privativa para o Mar Negro.

Leia também: Debutantes na Copa do Mundo eram 'gente como a gente' há poucos anos

Veja fotos do resort onde a seleção se hospedará em Sochi:


    Leia tudo sobre: futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.