Tamanho do texto

O meia da Roma ficou de fora da pré-lista da Bélgica para a Copa do Mundo

A ausência de Radja Nainggolan na lista dos 28 jogadores pré-convocados para a Copa do Mundo  da Rússia provocou muitas críticas entre os torcedores da Bélgica , que pretendem fazer dez minutos de silêncio em protesto pela ausência do meia da Roma.

Leia também: Copa do Mundo 2018: Seleção da Bélgica

Trocida promete fazer protesto com ausência Radja Nainggolan na Copa do Mundo
Reprodução
Trocida promete fazer protesto com ausência Radja Nainggolan na Copa do Mundo


A federação de clubes da equipe nacional "1895" reconhecido pela Federação Belga, fará o protesto contra a ausência de Radja Nainggolan durante o amistoso contra Portugal, no dia 2 de junho, nos fez primeiros minutos do jogo. Eles chegaram a cogitar deixar o estádio vazio durante a partida.

Leia também: Nainggolan fica fora da Copa 2018 e anuncia aposentadoria da seleção belga

Em declarações para o jornal belga "La Dernière Heure", o chefe de um dos clubes pertencentes a '"1895", Dominique De Cock, disse que espera que os jogadores entendam que a ação é dirigida ao técnico e não a eles. "Sabemos que teria sido difícil de colocar na linha de partida, porque ele joga na mesma área que Kevin De Bruyne, mas Radja é mais forte do que alguns daqueles que agora são suplentes, e tinha vindo ao mundo mesmo apenas para ficar no banco" lamentou outro dos responsáveis, Xavier Colson.

Os membros do "1895"  concordam em não colocar muita pressão sobre a seleção, que espera um bom desempenho após uma boa campanha, e aponta para o treinador espanhol, que acabou de ganhar a confiança da Federação Belga.

Seleção belga

Leia também: Sem Nainggolan, Bélgica anuncia pré-lista com 28 convocados para Copa

O técnico da Bélgica, Roberto Martínez, afirmou que Radja Nainggolan tenha ficado de fora da lista por uma questão tática, por considerar que o jogador não se enquadre na forma de jogar da seleção belga e por não estar conseguir com que ela tenha a importância que tenha no time italiano. "O Radja é um jogador de top. A razão é tática. Nos últimos dois anos, a equipa trabalhou de uma forma específica. Outros jogadores desempenharam esses papéis. Nós sabemos que o Radja tem um papel importantíssimo no seu clube, mas nós não lhe podemos dar esse papel no nosso plantel", afirmou Roberto Martínez.


    Leia tudo sobre: Futebol

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.