Tamanho do texto

Craque chegou em Buenos Aires dois dias depois de fechar a temporada com o Barcelona e chegou ao centro de treinamento da AFA, em Ezeiza; leia mais

Dois dias depois de fechar a temporada com o Barcelona, o grande craque da seleção da Argentina , Lionel Messi, desembarcou em Buenos Aires e se apresentou à equipe nacional na manhã desta terça-feira (22), no centro de treinamento da AFA, em Ezeiza.

Leia também: Com Dybala e sem Icardi, Sampaoli define grupo da Argentina para a Copa do Mundo

Lionel Messi chega em Buenos Aires e se apresenta à seleção da Argentina
Reprodução
Lionel Messi chega em Buenos Aires e se apresenta à seleção da Argentina


Messi é o 13º atleta a ficar à disposição de Sampaoli no início da preparação da Argentina para a Copa do Mundo da Rússia. Ele se junta a outros 12 atletas que se apresentaram na última segunda-feira (21), depois da lista final do técnico: Romero, Caballero, Mercado, Tagliafico, Rojo, Mascherano, Salvio, Lo Celso, Lanzini, Pavón, Dybala e Agüero. O lateral Ansaldi e o meia Biglia também são esperados ainda nesta terça-feira.

Leia também:  Convocação da Argentina causa tristeza e desabafos nas redes sociais

Lionel Messi, nuestro capitán, ya se encuentra en el Predio de Ezeiza 🇦🇷 ¡Bienvenido Leo!

Uma publicação compartilhada por Selección Argentina (@afaseleccion) em


De acordo com a imprensa argentina, Messi desembarcou no aeroporto de Ezeiza e foi direto para a sede da federação argentina. No último domingo, o astro atuou por apenas 25 minutos no confronto entre Barcelona e Real Sociedad, que encerrou a participação do clube na temporada. 

Entrevista de Messi

Leia também: Em entrevista, Messi fala de uma "boa" Copa: "Estar entre os quatro melhores"

Em recente entrevista, o jogador falou sobre o vice-campeonato na Copa 2014 e nas duas edições da Copa América em 2015 e 2016, Mess i lamentou que a torcida argentina prefira criticar as derrotas do que comemorar boas campanhas. "Creio que isso só passa na Argentina. Em qualquer outra parte do mundo, qualquer seleção que chega a três finais seguidas é valorizada e respeitada pelo que fez. Nós, não. Nós só falamos que chegamos às finais, mas nunca conseguimos (o título)", disse ele.

    Leia tudo sobre: Futebol

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.