Tamanho do texto

Meia da Roma não foi convocado na pré-lista da seleção da Bélgica para a Copa de 2018 e declarou pela segunda vez, que vai deixar a equipe nacional

Radja Nainggolan, meia da Roma
Reprodução
Radja Nainggolan, meia da Roma

O treinador Roberto Martínez anunciou nesta segunda-feira (21), a lista dos pré-convocaçdo para a seleção da Bélgica , na Copa do Mundo de 2018. Uma das maiores surpresas, no entanto, ficou por conta da ausência de Radja Nainggolan, meia da Roma. Horas após a divulgação da relação, o jogador declarou sua aposentadoria da equipe nacional.

Leia também: Confira as principais informações da Bélgica na Copa do Mundo de 2018

"Muito relutantemente minha carreira internacional chega ao fim... Eu sempre fiz tudo o que pude para representar o meu país. Ser você mesmo pode incomodar. Deste dia em diante eu serei o primeiro torcedor", escreveu Nainggolan em sua conta oficial do Instagram.

Met veel pijn in het hart maak ik een einde aan men internationale carriere... ik heb er altijd alles aangedaan om er bij te zijn en belgie te vertegenwoordigen 🇧🇪... spijtig genoeg is ECHT zijn niet goed voor SOMMIGE... En vanaf vandaag zal ik de eerste supporter zijn.... Purtroppo molto a malincuore termina la mia carriera internazionale... ho sempre fatto di tutto per poter rappresentare la mia nazione 🇧🇪 Essere se stessi a volte puó dare fastidio... Da oggi saró il primo tifoso... Very reluctantly my international career comes to an end...I’ve always done everthing I could to represent my country🇧🇪 Being yourself can be bothering ...From this day on I will be the first fan...

Uma publicação compartilhada por Radja Nainggolan (@radjanainggolan.4) em

Em agosto de 2017, o meia já havia anunciado seu afastamento da seleção belga , depois de não ter sido selecionado para as Eliminatórias da Copa de 2018. Apesar disso, o jogador filho de uma belga com um indonésio foi relacionado em Novembro para os amistosos contra o México e Japão.

Leia também: Nainggolan, jogador da Roma, será multado por 'excessos' no Ano Novo

Confira a lista dos 28 pré-convocados da Bélgica 

A seleção da Bélgica que buscará o título inédito na Copa 2018
Divulgação
A seleção da Bélgica que buscará o título inédito na Copa 2018

Goleiros:  Thibaut Courtois (Chelsea/Ing), Simon Mignolet (Liverpool/Ing), Koen Casteels (Wolfsbrugo/Ale) e Matz Sels (Anderlecht).

Defensores:  Toby Alderweireld (Tottenham/Ing), Laurent Ciman (Los Angeles FC/EUA), Leander Dendoncker (Anderlecht), Christian Kabasele (Watford/Ing), Vincent Kompany (Manchester City/Ing), Thomas Meunier (Paris Saint-Germain/Fra), Jordan Lukaku (Lazio/Ita), Thomas Vermaelen (FC Barcelona/Esp) e Jan Vertonghen (Tottenham/Ing).

Meio-campistas:  Yannick Carrasco (Dalian Aerbin/Chn), Nacer Chadli (West Bromwich/Ing), Moussa Dembélé (Tottenham/Ing), Kévin De Bruyne (Manchester City/Ing), Marouane Fellaini (Manchester United/Ing), Youri Tielemans (Mónaco/Fra) e Axel Witsel (Tianjin Quanjian/Chn).

Atacantes:  Michy Batshuayi (Borussia Dortmund/Ale), Eden Hazard (Chelsea/Ing), Romelu Lukaku (Manchester United/Ing), Dries Mertens (Nápoles/Ita), Thorgan Hazard (Borussia Moenchengladbach/Ale), Adnan Januzaj (Real Sociedad/Esp) e Christian Benteke (Crystal Palace/Ing).

Leia também: Jogador da Roma se desculpa após aparecer bêbado e fumando em vídeos de Ano Novo

O treinador belga, por sua vez, justificou a ausência de Nainggolan  na Copa 2018 como uma questão "tática". "O Radja é um jogador de top. A razão é tática. Nos últimos dois anos, a equipa trabalhou de uma forma específica. Outros jogadores desempenharam esses papéis. Nós sabemos que o Radja tem um papel importantíssimo no seu clube, mas nós não lhe podemos dar esse papel no nosso plantel", afirmou Roberto Martínez.

    Leia tudo sobre: futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.