Tamanho do texto

Coordenador da seleção brasileira afirmou que Tite terá conversa com o camisa 10 do Brasil para passar segurança nos treinamentos e amistosos

Edu Gaspar concedeu entrevista coletiva nesta segunda-feira (21), dia da chegada dos jogadores à Granja Comary
Pedro Martins/MoWa Press
Edu Gaspar concedeu entrevista coletiva nesta segunda-feira (21), dia da chegada dos jogadores à Granja Comary

Edu Gaspar, coordenador da seleção brasileira, afirmou em entrevista coletiva nesta segunda-feira (21) que Neymar receberá atenção especial de Tite para retomar a confiança após ficar três meses parado por uma lesão no quinto metatarso do pé direito. Segundo ele, o treinador vai conversar com o craque a respeito disso.

Leia também: Com Dybala e sem Icardi, Sampaoli define grupo da Argentina para a Copa

"Neymar vai receber do Tite a informação que ficou três meses parado, e não será o Neymar excepcional depois disso. Vamos criar uma base para que ele possa ganhar de novo a confiança e vá subindo sem pressão exagerada quanto ao seu desempenho. O Tite vai passar isso para que ele tenha segurança de fazer bem treinamentos, o primeiro amistoso, não absorva pressão desnecessária. Esse é o objetivo que temos com ele, para que ele possa ter um grande desempenho. E com certeza terá", disse Edu Gaspar .

Além disso, o coordenador falou também sobre a preparação para a Copa do Mundo . Ele fez questão de ressaltar a dedicação do grupo desde que Tite assumiu o comando da seleção, no ano de 2016.

Leia também: Neymar chega à Granja Comary e inicia preparação para a Copa do Mundo

"Tudo foi realmente muito bem controlado. Foi uma dedicação incrível que tivemos para estarmos seguros neste momento. Estou ansioso para ver as coisas acontecendo. Tudo o que foi planejado, discutido e observado nos dá segurança, só que as coisas que vão acontecer podem ser coisas novas, mas podem ter certeza de que tudo foi muito bem pensado, discutido. Não só comigo, comissão técnica, mas questão administrativa. Até a questão com vocês, de criar relação bacana com a imprensa. Isso também foi discutido com nossa equipe de comunicação", afirmou.

Leia também: Guerrero chega à Suíça e terá reunião na Fifa para pedir chance de jogar a Copa

O coordenador disse ainda que o Brasil está pronto para fazer uma excelente Copa do Mundo. "Estamos no momento especial das nossas vidas, carreiras profissionais. Um momento de muita segurança nas decisões tomadas, independentemente da quantidade de jogos dos atletas. Temos total segurança e estamos confortáveis aqui para fazermos uma grande preparação, uma grande Copa do Mundo. Temos pela frente ainda 27 dias de preparação, dois amistosos, muitas decisões podem ser tomadas ainda. O importante é estarmos seguros das decisões", completou Edu Gaspar .

    Leia tudo sobre: Futebol

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.