Tamanho do texto

Para o suíço ex-presidente da Fifa afastado do futebol por corrupção, não "houve nada de estranho" no sorteio do Mundial de 20 anos atrás

O ex-presidente da Fifa Joseph Blatter minimizou a declaração do ex-mandatário da Uefa Michel Platini de que a montagem dos grupos da Copa do Mundo de 1998 fora manipulada para que a França só enfrentasse o Brasil na final.

Leia também: Polêmica! Sorteio da Copa 98 foi manipulado para favorecer a França, diz Platini

Joseph Blatter negou manipulação em sorteio da Copa de 1998:
Reprodução
Joseph Blatter negou manipulação em sorteio da Copa de 1998: "Era absolutamente normal"

"Não podemos falar de fraude, o termo está errado. O comitê organizador que estabeleceu os critérios do sorteio. O que foi feito, foi absolutamente normal", afirmou Blatter , que era secretário-geral da Fifa na época do sorteio, em entrevista ao jornal francês L'Équipe .

Entenda o caso

Michel Platini fez uma revelação um tanto quanto polêmica nesta sexta-feira. Segundo o ex-jogador francês, o sorteio da Copa do Mundo de 1998 foi manipulado. No caso, o objetivo era evitar um confronto entre a seleção da França, anfitriã do evento, e do Brasil antes da final do torneio.

"Quando organizamos o calendário, fizemos um pequeno esquema", afirmou Platini, que presidiu o Comitê Organizador da Copa do Mundo de 1998, realizada em seu país natal. "Se terminássemos em primeiro do grupo e se o Brasil terminasse em primeiro, apenas nos encontraríamos na final", disse à rádio France Bleu .

Leia também: CBF inaugura centro de R$ 17 milhões que será usado só por 6 dias pela seleção

"Não tivemos problemas por seis anos para organizar a Copa do Mundo para, depois, organizar uma pequena manobra", garantiu. A manobra em questão se trata de uma organização dos cabeças de chave. Segundo o ex-jogador, conseguiram colocar o Brasil no grupo A e a seleção francesa no C.

O ex-dirigente ainda deixou subentendido que este tipo de manipulação acontece em outras edições do Mundial. "Você acha que os outros não fazem o mesmo nas suas Copas? É uma brincadeira?", disse Platini. "Brasil e França na final era o que todos sonhavam", afirmou sobre a final, na qual a equipe anfritriã de 1998 venceu a seleção brasileira por 3 a 0.

Leia também: Frustrado por não jogar Copa do Mundo, Sandro Wagner se aposenta da Alemanha

O suíço, que está afastado do futebol por conta de um escândalo que revelou que ele e Platini mantiveram relações financeiras obscuras durante o período em que foi presidente da Fifa, ainda acrescentou:

“Não houve nenhum ‘magouille’. Mas não há nada de estranho. Em todo caso, para ter a final dos sonhos, é preciso primeiro vencer as partidas", declarou Blatter .