Tamanho do texto

Convocação de Tite mescla atletas em grande fase, como Marcelo e Firmino; em baixa, como Paulinho e Taison; e incógnitas, como Neymar e Filipe Luís

Roberto Firmino teve grande temporada com o Liverpool, mas deve ser reserva na seleção brasileira de Tite
Pedro Martins/MoWa Press
Roberto Firmino teve grande temporada com o Liverpool, mas deve ser reserva na seleção brasileira de Tite

O técnico Tite divulgou nessa segunda-feira (14) a  lista com os 23 jogadores que representarão a seleção brasileira na Copa do Mundo da Rússia, que terá início para a seleção canarinho no dia 17 de junho em duelo contra a Suíça.

O caminho para o hexacampeonato terá sete partidas num período de um mês, o que exige máximo esplendor técnico dos jogadores e dá pouca margem para os atletas apresentarem oscilações. Mas será que os escolhidos por Tite realmente estão em seu melhor momento? O iG Esporte analisou cada um dos convocados para a seleção brasileira . Confira abaixo:

Quem está em alta

Alisson (Roma-ITA) – Apesar dos gols sofridos na semifinal da Liga dos Campeões contra o Liverpool – nenhum deles devido a falhas – o goleiro brasileiro teve temporada de destaque na boa campanha da Roma nesta temporada e calou muitos daqueles que não entendiam sua titularidade na equipe de Tite. Despertou o interesse de vários gigantes na Europa, inclusive a Juventus, heptacampeã italiana que procura um bom substituto para Buffon.

Marcelo (Real Madrid-ESP) – O lateral é apontado por muitos analistas como o principal jogador do Real Madrid na temporada após, é claro, Cristiano Ronaldo. Embora tenha ficado fora da seleção do campeonato espanhol, Marcelo foi protagonista na campanha madridista até a final da Liga dos Campeões, marcando gols contra o PSG, a Juventus e o Bayern de Munique nas fases de mata-mata.

Roberto Firmino (Liverpool-ING) – Talvez seja o jogador brasileiro que mais se destacou na temporada, ao lado de Marcelo. Compôs um grande trio de ataque com Mohamed Salah e Sadio Mané, principal trunfo do Liverpool finalista da Liga dos Campeões. Reserva da seleção com Tite, Firmino marcou 15 gols e deu 7 assistências no campeonato inglês, números melhores que o do titular da posição, Gabriel Jesus.

Titular com Tite, Gabriel Jesus terminou temporada em alta com a camisa do Manchester City de Pep Guardiola
Pedro Martins / MoWA Press
Titular com Tite, Gabriel Jesus terminou temporada em alta com a camisa do Manchester City de Pep Guardiola

Gabriel Jesus (Manchester City-ING) – Começou a temporada muito bem, sofreu lesão no fim do ano passado e demorou um pouco para reencontrar seu melhor futebol. Mas terminou a temporada em alta na grande equipe de Pep Guardiola, marcando quatro gols em seus últimos sete jogos – o último deles, um golaço de cobertura contra o Southampton. Terminou o campeonato inglês com 13 gols marcados e 3 assistências em 29 jogos (19 como titular).

Fernandinho (Manchester City-ING) – Titular absoluto no meio-campo estrelado do Manchester City que quebrou recordes e mais recordes na Premier League. Foi o capitão do técnico Pep Guardiola em várias oportunidades, na ausência do dono natural da braçadeira, o zagueiro belga Vicent Kompany. Apesar de sua principal função em campo seja marcar e distribuir o jogo, Fernandinho ainda marcou 5 gols e deu 3 assistências na temporada.

Philippe Coutinho (Barcelona-ESP) – Era o dono do meio-campo do Liverpool até a primeira metada da temporada, quando foi vendido por uma quantia monumental de dinheiro para substituir Neymar no Barcelona. Ficou muito tempo na reserva e viu à distância sua nova equipe ser eliminada da Liga dos Campeões, mas conseguiu mostrar sua qualidade acima da média nessa reta final da temporada europeia. Marcou 9 gols e distribuiu 6 assistências em 21 jogos com a camisa blaugrana. Foram três gols marcados apenas em seu último jogo, contra o Levante.

Renato Augusto (Beijing Guoan-CHI) – Foi titular em 9 das 10 partidas disputadas pelo seu clube na atual edição do campeonato chinês. Marcou 2 gols e distribuiu 5 assistências enquanto esteve em campo, o que significa que o meio-campista participou diretamente de um gol a cada 115 minutos – uma ótima marca para um jogador que não atua tão próximo do gol.

Douglas Costa (Juventus-ITA) – Demorou a justificar sua chegada por empréstimo à equipe italiana, mas tornou-se um jogador fundamental na arrancada da Juventus rumo ao seu sétimo título nacional seguido. O técnico Massimiliano Allegri chegou a colocar o astro argentino Dybala no banco de reservas para não abrir mão da habilidade do ponta brasileiro.

Casemiro (Real Madrid-ES) – Intocável no meio-campo de Zidane no Real Madrid, Casemiro é o resposável por dar o ponto de equilíbrio à equipe que chegou nesta temporada à sua terceira final de Liga dos Campeões seguidas. Tem, em média, quatro roubadas de bola por jogo, de acordo com o site especializado Who Scored .

Leia também: De Muralha a Gabigol, veja quem Tite chamou para seleção, mas não para Copa

Quem está dentro daquilo que se espera

Ídolo no Grêmio, zagueiro Pedro Geromel ganhou vaga na seleção brasileira com o técnico Tite
Pedro Martins/MoWa Press
Ídolo no Grêmio, zagueiro Pedro Geromel ganhou vaga na seleção brasileira com o técnico Tite

Cássio (Corinthians-BRA) – Homem de confiança do técnico Tite, foi importante na conquista do Campeonato Paulista pelo Corinthians, mas acabou ofuscado pelo palmeirense Jailson no torneio estadual. Chamou mais a atenção em 2017, mas mantém boa regularidade.

Geromel (Grêmio-BRA) – Por conta da disputa do Mundial de Clubes, o Grêmio teve uma programação diferente para este ano e o zagueiro disputou poucas partidas. Quando esteve em campo, por outro lado, mostrou que segue na ótima forma que levou gremistas a fazerem grande campanha por sua convocação;

Ederson (Manchester City-ING) – Teve ótima participação na monstruosa campanha de sua equipe no campeonato ingês, mas, devido às características do time de Guardiola, aparece poucas vezes em campo pois sofre poucas finalizações. Ao longo do torneio, Ederson fez praticamente a metade das defesas do espanhol De Gea, por exemplo (58 contra 115).

Miranda (Inter de Milão-ITA) – Não foi exatamente um grande destaque na campanha também sem muito brilho de sua equipe na temporada. A Inter de Milão está na quinta posição no campeonato italiano e pode ficar fora da próxima edição da Liga dos Campeões caso não vença a Lazio na última rodada

Thiago Silva (PSG-FRA) – Dentro da França, Thiago Silva e sua equipe sobraram e faturaram a tríplice coroa com o bilionário elenco do Paris Saint-Germain. Mas a equipe do capitão brasileiro na Copa de 2014 não foi páreo para o Real Madrid na Liga dos Campeões, principal objetivo do clube na temporada.

Marquinhos  (PSG-FRA) – Foi titular em 43 partidas de sua equipe na temporada – uma a mais que seu colega e concorrente na seleção, Thiago Silva. Conseguiu manter sua posição nos 11 iniciais do técnico Unai Emery apesar da ascenção do jovem francês Presnel Kimpembe.

Danilo (Manchester City-ING) – Foi contratado nesta temporada pelo Manchester City para ser uma boa opção para Kyle Walker na lateral-direita da equipe de Pep Guardiola. E foi exatamente isso. Disputou 23 partidas (13 como titular), marcando 3 gols e distribuindo 2 assistências.

Fred (Shakhtar Donetsk-UCR) – Titular no elenco recheado de brasileiros do Shakhtar Donetsk, Fred teve boa temporada pelo clube e entrou na mira de Pep Guardiola, segundo a mídia inglesa. Foi eleito duas vezes para a seleção da semana na Liga dos Campeões, torneio no qual marcou um golaço de falta nas oitavas de final frente à Roma, do goleiro Alisson.

Quem está em baixa

Volante brasileiro Paulinho iniciou a temporada em excelente forma com a camisa do Barcelona, mas foi relegado ao banco
AS.com
Volante brasileiro Paulinho iniciou a temporada em excelente forma com a camisa do Barcelona, mas foi relegado ao banco

Willian (Chelsea-ING) – Teve altos e baixos ao longo da temporada. No mais alto ponto de seu ano, infernizou a defesa do Barcelona na Liga dos Campeões e marcou um golaço contra o time de Messi em Stamford Bridge. Mas terminou a temporada sendo preterido pelo técnico Antonio Conte e amargando o banco de reservas nos últimos jogos da equipe – que terminou o campeonato inglês na quinta posição e ficou fora da zona de classificação para a Liga dos Campeões.

Paulinho (Barcelona-ESP) – Chegou ao clube sob forte desconfiança, mas logo conquistou a torcida e a difícil imprensa espanhola com uma boa sequência de gols. Mas sua efetividade ao longo da temporada foi diminuindo e ele logo foi relegado ao banco de reservas da equipe. Marcou 9 gols e deu 2 assistências em 25 jogos com o Barcelona.

Taison (Shakhtar Donetsk-UCR) – Sua temporada não justifica a confiança de Tite. Taison tem apenas 6 gols marcados e nenhuma assistência em 21 jogos disputados, menos que seus colegas brasileiros de equipe Marlos (9 gols e 2 assistências) e Bernard 'alegria nas pernas' (4 gols em 11 jogos). Até mesmo o meio-campista corintiano Rodriguinho tem números melhores que o do meia-atacante .

Incógnitas

Neymar (PSG-FRA) – Vinha encantando a torcida francesa até fraturar o quinto metatarso do pé direito, em março deste ano. Suas apresentações até aquele ponto da temporada foram suficientes para fazer do camisa 10 da seleção brasileira o craque do campeonato francês. Mas sua prolongada ausência dos gramados levanta dúvidas sobre as condições física e técnica que o craque terá para o mundial da Rússia.

Filipe Luís (Atlético de Madrid-ESP) – Sempre lembrado por Tite em suas convocações, o lateral-esquerdo correu riscos de não ir à Copa do Mundo devido a uma cirugia na fíbula. Ele só voltou aos gramados no último dia 6, em derrota de sua equipe para o Espanyol.

Fagner (Corinthians-BRA) – Substituto do lesionado Daniel Alves na seleção brasileira , o corintiano também está ele próprio afastado dos gramados devido a uma lesão no músculo posterior da coxa, sofrida no fim do mês passado. Sua recuperação, no entanto, deve se dar a tempo para a disputa da Copa do Mundo, segundo o médico da seleção, Rodrigo Lasmar.

Lesão tirou Neymar da reta final da temporada pelo PSG; será que o craque estará 100% na Copa do Mundo?
Reprodução
Lesão tirou Neymar da reta final da temporada pelo PSG; será que o craque estará 100% na Copa do Mundo?


    Leia tudo sobre: futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.