Tamanho do texto

Parte inferior da atual taça da Copa do Mundo, reservada para gravação dos campeões do torneio, não terá mais espaço disponível após edição de 2038

Taça Fifa substituiu Jules Rimet a partir da Copa de 1974, disputada na Alemanha Ocidental e vencida pelos anfitriões
Reprodução/Fifa
Taça Fifa substituiu Jules Rimet a partir da Copa de 1974, disputada na Alemanha Ocidental e vencida pelos anfitriões

O objeto mais almejado pelas 32 seleções que disputarão a Copa do Mundo da Rússia, com certeza, é a Taça Fifa . O troféu mais famoso do mundo, no entanto, já teve outros formatos e aparências.

Leia também: Japonês vira alvo de torcedores ao ser confundido com corte que puniu Guerrero

A primeira nomenclatura atribuída ao prêmio erguido pelo vencedor da Copa foi Taça Coupe du Monde. Em 1946, no entanto, passou a ser chamado de Taça Jules Rimet, duramente um congresso realizado em Luxemburgo. Este nome serviu como homenagem ao então presidente da Fifa e criador da Copa do Mundo .

Ao solicitar a produção da taça, Jules Rimet estabeleceu uma regra que dava posse definitiva ao país que fosse campeão da Copa por três vezes. Para que isso acontecesse, foram necessárias nove edições do torneio.

Brasil, Itália e Uruguai chegaram à Copa de 1970 com dois títulos cada um. Depois de derrotar o Uruguai nas semifinais por 3 a 1 e a Itália na final por 4 a 1, o Brasil ficou com a taça. No entanto, 13 anos depois, o troféu, que era um grande símbolo de orgulho nacional, foi roubado e, posteriormente, derretido.

Leia também: Em entrevista, Messi fala de uma "boa" Copa: "Estar entre os quatro melhores"

Esta, no entanto, não foi a primeira vez que a taça foi roubada. Em 1996, ela tinha sido furtada em Londres, mas foi encontrada por um cachorro alguns dias depois. O mais curioso é que um assessor da CBF disse na época que algo assim jamais aconteceria no Brasil, pois até mesmo os ladrões eram apaixonados por futebol. 

Depois da Jules Rimet , veio Taça Fifa, que passou a ser disputada a partir de 1974. Diferente da taça anterior, não há regras para a posse definitiva, portanto, o troféu é sempre de posse transitória. Em 2038, poderá ocorrer a última disputa, visto que o espaço para gravar os nomes dos países campeões acabará. Depois disso, deve ficar em posse da Fifa.

Leia também: Reservas de viagem do Brasil para Rússia no mês da Copa aumentam em 2400%

Até o momento, já foram disputadas 11 edições de Copa do Mundo com a Taça Fifa. Dessas, a Alemanha ganhou três, a Itália venceu duas, a Argentina duas, o Brasil duas, a França uma e a Espanha uma. O Brasil possui uma coincidência envolvendo os dois troféus: a seleção brasileira só conseguiu ganhar o primeiro título de cada troféu na sexta edição. Em 1958 (depois da disputa das Copas de 30, 34, 38, 50 e 54) e em 1994 (após disputar as Copas de 74, 78, 82, 86 e 90).

    Leia tudo sobre: Futebol