Tamanho do texto

Radicais do grupo extremista compartilharam imagens que ilustram seus planos para o Mundial na Rússia, com inovações tecnológicas

Estado Islâmico promete usar drones armados na Copa 2018
Reprodução
Estado Islâmico promete usar drones armados na Copa 2018

A segurança é prioridade na Copa 2018 , principalmente diante das muitas ameaças do Estado Islâmico. O grupo extremista já avisou que voltará suas atenções ao Mundial da Rússia e, inclusive, fez montagens "degolando" jogadores famosos, como Messi, Neymar e Cristiano Ronaldo.

Leia também: Terrorismo, hooligans e neonazistas são as preocupações para a Copa de 2018

E o Estado Islâmico continua colocando medo na organização da Copa do Mundo. Segundo o diário The Mirror, alguns radicais já detalharam planos de ataque em território russo com algumas inovações tecnológicas, utilizando drones armados próximos aos estádios que rebecerão jogos.

Estado Islâmico promete aterrorizar a Copa do Mundo
Reprodução
Estado Islâmico promete aterrorizar a Copa do Mundo

Algumas dessas imagens foram compartilhadas em comunicadores online e divulgadas nas redes sociais.

Nessas mensagens, o grupo radical também alertam que pretendem usar seus membros em ataques suicidas, seja com bombas em seus corpos ou até mesmo via aérea, em aviões de médio ou grande porte.

Mais ameaças do EI

Estado Islâmico divulgou imagem com a Arena de Volgogrado ao fundo
Reprodução
Estado Islâmico divulgou imagem com a Arena de Volgogrado ao fundo

O grupo terrorista publicou recentemente imagem de um de seus integrantes armado, em frente à Arena Volgogrado, palco de jogos na Copa. 

Além disso, Messi, Neymar e Cristiano Ronaldo foram alvos do grupo ao aparecerem sendo "torturados". Essas imagens foram divulgadas pelo SITE Intelligence Group, um portal que monitora a atividade dos jihadistas na internet.

Leia também: O menino que sofreu nas mãos do Estado Islâmico só por se chamar Messi

"Nossas palavras são o que vocês veem, não o que vocês ouvem. Então esperam. Nós estamos esperando também", dizia o texto na imagem. De acordo com o Intelligence Group, o EI tem feito mais propagandas para possíveis ataques terroristas durante o Mundial.

Depois de Messi e Neymar, Cristiano Ronaldo é alvo de grupo pró-Estado Islâmico
Reprodução/Twitter
Depois de Messi e Neymar, Cristiano Ronaldo é alvo de grupo pró-Estado Islâmico

Leia também: Jogador do Barcelona ajudou feridos na rua depois de atentado terrorista

A Copa do Mundo será disputada em 11 cidades da Rússia e 12 estádios diferentes, entre os dias 14 de junho e 15 de julho. A final será disputada no Estádio Luzhniki, em Moscou. A cidade de São Petersburgo, segunda maior do país, já foi cenário de um ataque terrorista do Estado Islâmico , onde 14 pessoas morreram.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.