Tamanho do texto

Entidade vai desbancar uma fortuna para poder pagar os clubes que "emprestarem" seus atletas para participarem da Copa do Mundo de 2018

Gianni Infantino, presidente da Fifa
Divulgação/Fifa.com
Gianni Infantino, presidente da Fifa

A Fifa vai pagar 7 mil euros por dia a cada clube que ceder atletas às suas respectivas seleções para participarem da Copa do Mundo. De acordo com as informações do jornal espanhol As, o valor equivalente a cerca de R$ 27,3 mil diários, ainda está sujeito a impostos e deduções. No total, a entidade máxima do futebol mundial vai desembolsar um total de 180 milhões de euros, ou seja, R$ 701 milhões para pagar os empréstimos durante o evento na Rússia .

LEIA TAMBÉM: Os 5 jogos imperdíveis e os 5 menos atrativos da primeira fase da Copa 2018

O valor total ainda é 120 milhões de euros (R$ 468 milhões) a mais do que a quantia desembolsada na Copa de 2014. No evento brasileiro, a Fifa gastou cerca de 60 milhões de euros totais, cerca de R$ 234 milhões. No entanto, a entidade comandada pelo presidente Gianni Infantino afirmou que só irá efetuar o pagamento aos clubes que assinarem um formulário e assim, aceitem os regulamentos propostos.

O pagamento terá início duas semanas antes da partida de abertura da Copa do Mundo de 2018, que terá início em 14 de junho. Assim, será feito até um dia após a eliminação da seleção do jogador. Em questão aos atletas que forem negociados antes do início do Mundial, os valores vão ser repassados de um clube para o outro, a partir do momento no qual o acordo foi firmado.

LEIA TAMBÉM: A seleção com 11 bons jogadores que não veremos na Copa do Mundo de 2018

Confira os grupos da Copa de 2018:

Grupo A

Rússia, Arábia Saudita, Egito e Uruguai

Grupo B

Portugal, Espanha, Marrocos e Irã

Grupo C

França, Austrália, Peru e Dinamarca

Grupo D

Argentina, Islândia, Croácia e Nigéria

Grupo E

Brasil, Suíça, Costa Rica e Sérvia

Grupo F

Alemanha, México, Suécia e Coreia do Sul

Grupo G

Bélgica, Panamá, Tunísia e Inglaterra

Grupo H

Polônia, Senegal, Colômbia e Japão

LEIA TAMBÉM: Tite diz que ainda há de seis a oito vagas abertas para Copa do Mundo 2018

Ao todo, serão 32 seleções na disputa pela taça, que será entregue pela Fifa ao campeão no dia 15 de julho de 2018. Os cabeças de chave foram Rússia - país sede -, Alemanha,  Brasil , Portugal, Argentina, Bélgica, Polônia e França. Esta ordem foi definida pelo ranking de novembro da entidade máxima do futebol.