undefined
REPRODUÇÃO/SANTOS
Jogadores comemoram 1° gol do Santos, anotado por Derlis González

No duelo entre um dos melhores ataques da atual temporada contra um rival da Série D, deu a lógica: vitória tranquila do Santos por  4 a 0 no estádio do Pacaembu na noite desta quinta-feira e classificação alvinegra para a terceira fase da Copa do Brasil .

Apesar do baixo público, de apenas 8.295 torcedores, o Santos deu mais um espetáculo e mostrou o poder do seu ataque. Derlis González abriu o placar no primeiro tempo, enquanto Jean Mota, Rodrygo e Aguilar ampliaram na segunda etapa, definindo o placar final e a vaga na próxima fase da Copa do Brasil .

O Peixe agora enfrenta o Atlético-GO, mas os mandos de campo ainda serão definidos em sorteio que a CBF realiza nesta sexta-feira. A terceira fase é a última antes da entrada dos clubes que participam da Copa Libertadores.

Leia também: Artilheiro do Paulistão, santista Jean Mota sonha com a seleção brasileira

O jogo

undefined
REPRODUÇÃO/SANTOS
Destaque no Paulista, Jean Mota marcou um dos gols da fácil vitória desta quinta-feira

O primeiro tempo se resumiu a um duelo de ataque contra defesa. Desde os primeiros minutos, o Santos impôs seu melhor futebol e criou diversas oportunidades, chegando a ter mais de 75% de posse de bola.

O América-RN se mostrava bastante acuado e sofria com a rápida movimentação do Peixe, que aproveitava os espaços na zaga potiguar para construir seus lances. Soteldo, Gonzáles, Rodrygo e Sánchez tiveram chances, mas não conseguiram abrir o placar.

O domínio dos alvinegros era tão grande que foi questão de tempo até que o gol saísse. Aos 34 minutos, a bola passou pelos pés de Rodrygo, Jean Mota, Soteldo e Pituca até chegar na cabeça de Sánchez dentro da área. O uruguaio teve o cabeceio bloqueado, mas o rebote caiu nos pés de Derlis González, que chutou forte para fazer 1 a 0 Peixe.

Leia também: Neymar tentou invadir vestiário dos árbitros após eliminação do PSG, diz TV

Mesmo com a vantagem, o time paulista seguiu no ataque e até chegou a criar novas chances. Porém, o placar não foi mais movimentado até o final da primeira etapa.

O segundo tempo começou como uma continuidade do primeiro: o Santos atacando e o América-RN se defendendo. Novamente, Rodrygo, Jean Mota, Soteldo e Sánchez tiveram chances para ampliar, mas não conseguiram concluir.

O que parecia ser uma repetição da primeira etapa acabou não se convertendo. Desta vez, a ansiedade dos torcedores santistas não durou muito: aos 15 minutos, Jean Mota aproveitou confusão na área da equipe potiguar para empurrar de peito para as redes. 2 a 0 Santos .

O domínio do Peixe era tão grande que, naturalmente, o placar acabou aumentando. Desta vez, foi Rodrygo quem aproveitou vacilo da zaga potiguar, recebeu bom passe dentro da área e bateu cruzado, sem chances para o goleiro Ewerton.

O América-RN até tentou esboçar algumas tentativas de ataque, mas toda e qualquer esperança foi por água abaixo aos 31 minutos, quando o zagueiro Alison fez falta em Derlis e recebeu o segundo cartão amarelo, deixando a equipe com dez jogadores.

Daí em diante, só deu Santos . A equipe alvinegra até tentou cadenciar um pouco o jogo, mas os substitutos que entraram em campo deram novo ânimo ao time. Com isso, o 4 a 0 chegou aos 38 minutos com o zagueiro Aguilar, que aproveitou cruzamento de Jean Mota para marcar.

Depois do gol, o Santos aproveitou para diminuir o ritmo e cadenciar a partida nos minutos finais, dando chance aos torcedores para comemorar com o clássico grito de “olé” a fácil vitória e a classificação na Copa do Brasil .

    Leia tudo sobre: Futebol

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários