Tamanho do texto

Corinthians terá tempo para treinar até confronto com o Vasco, líder do Brasileiro, no domingo

“Um dia de alívio e depois pepino”. Assim, Tite prevê a semana corintiana. O time venceu o Bahia neste domingo no Pacaembu , após acumular tropeços e queixas da torcida. No próximo final de semana, enfrentará o líder do Campeonato Brasileiro , o Vasco da Gama, no Rio de Janeiro.

Os “pepinos” não são poucos para Tite. O ex-capitão do seu time, Chicão, segue com situação indefinida no time. O zagueiro foi sacado da equipe titular e pediu para não jogar. Depois, não foi relacionado por Tite para o jogo contra o Bahia. O zagueiro foi xingado pela torcida no ultimo domingo no Pacaembu. O técnico tampouco conta com a simpatia de alguns corintianos, que já pediram a sua demissão para a diretoria do clube.

Adriano, que poderia ser uma solução para a equipe, ainda não tem previsão para estrear. O jogador sofreu uma lesão no tendão de Aquiles do pé esquerdo em abril . Além disso, Tite não poderá contar com Emerson, autor do gol da vitória sobre o Bahia, no próximo jogo, já que o atacante foi expulso.

O comandante do Corinthians pelo menos terá tempo para trabalhar na semana. Com o jogo da seleção brasileira contra a Argentina, na quarta-feira, o Campeonato Brasileiro só terá partidas no final de semana. Com isso, Tite poderá treinar os seus jogadores durante a semana.

Na segunda haverá folga no clube. “É só um dia para aproveitar a família e depois tem pressão” brinca o técnico, que diz respeitar as críticas dos torcedores. “Tem de aceitar opiniões, até porque não são definitivas”, afirmou.

“Decisão”
O jogo contra o Vasco, no próximo domingo, é encarado como uma decisão no Corinthians. Se vencer, o time assume a ponta do Campeonato Brasileiro.

“Tem as características do jogo contra o São Paulo, mas com um grau de confiança maior, com desempenho mais encorpado defensivamente”, avalia o técnico corintiano. “É, sim, uma decisão”, concluiu.

null

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.