Tamanho do texto

Contra o Avaí, zagueiro reserva vai começar a terceira partida seguida, enquanto Miranda desfalca o time

Problemas para o técnico Paulo César Carpegiani , oportunidades para o zagueiro Xandão . Assim podem ser definidos os problemas físicos enfrentados recentemente pelos zagueiros titulares do São Paulo . Graças às lesões de Rhodolfo e Miranda , nesta quinta-feira o reserva começará jogando pela terceira vez seguida.

Siga o iG São Paulo no Twitter e receba todas as informações do seu time em tempo real

No segundo jogo das oitavas de final da Copa do Brasil , contra o Goiás , Rhodolfo precisou ser substituído no intervalo por conta de dores na panturrilha esquerda. Assim, na semifinal do Campeonato Paulista contra o Santos e no primeiro jogo contra o Avaí , Xandão formou o trio de defesa com Alex Silva e Miranda.

Na última partida, foi Miranda quem saiu com um entorse no tornozelo esquerdo, o que mantém o camisa 13 no time mesmo com a volta de Rhodolfo. Apesar de lamentar pelos companheiros, Xandão comemora a confiança de Carpegiani, por ser sempre a primeira opção nestes casos.

“Isso é bom, saber que o Paulo confia em mim. Sempre que eu tenho a oportunidade estou procurando entrar bem e ele está confiando. Ainda mais nesses jogos decisivos, essa é a hora que todo atleta quer jogar. É importante estar no bolo”, disse o zagueiro.

Com a vitória por 1 a 0 no jogo da semana passada no Morumbi, o São Paulo garante uma vaga nas semifinais com um empate contra o Avaí. Por isso, Xandão destaca a importância de não sofrer gols na partida da Ressacada e o papel de todo o time na segurança defensiva.

“Todo mundo tem que ter ciência disso, não são só os zagueiros que defendem. Todos tem que saber que a marcação começa lá na frente para que não estoure lá atrás. Todo mundo tem isso na cabeça, é um jogo de vida ou morte e todos vão marcar forte”, afirmou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.