Tamanho do texto

Júlio Rodrigues, presidente do Banco Banif, que estampa sua marca no uniforme do time desde 2006, é entusiasta do trabalho do treinador

O vínculo do técnico Sérgio Guedes com a Portuguesa já terminou. Ele espera a eleição presidencial do clube, em 14 de dezembro, para discutir sua permanência em 2011. Mas o treinador pode ficar tranquilo, pelo menos no que depender da opinião do principal patrocinador da Lusa.

Júlio Rodrigues, presidente do Banco Banif, que estampa sua marca no uniforme do time desde 2006, é entusiasta do trabalho do treinador. "Estou surpreso de forma positiva com o trabalho do Sérgio Guedes. Ele entende muito de futebol e sabe se expressar. Precisamos de pessoas como ele, que é um grande profissional e entende os problemas da Portuguesa", opina Rodrigues.

Apesar de ainda não ter confirmado sua permanência, Guedes não deve ter problemas para estabeceler novo contrato com a equipe do Canindé. Tanto o atual presidente Manuel da Lupa, candidato à reeleição, quanto o opositor Ilídio Lico, apreciam o trabalho do comandante. Se ficar, o técnico já tem um conselho a seguir.

"Temos que dar uma chance aos pratas da casa. Em 2007, quando conquistamos o acesso para a Série A, tínhamos Diogo, Léo e Joãozinho, meninos formados em casa. É preciso investir na base, dar uma oportunidade aos nossos garotos, que conquistaram um importante título", disse Júlio Rodrigues, citando o título paulista sub 20, conquistado pelos garotos da Portuguesa, após final contra o Palmeiras.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.