Tamanho do texto

Atacante pode ser operado e corre risco de ficar dois meses de molho, perdendo o Paulistão

O atacante Luan , do Palmeiras , segue esperando para ver se terá que passar por operação no pé esquerdo. Com dores, o atacante foi poupado das últimas duas partidas do clube alviverde, e segue fazendo apenas tratamento na Academia de Futebol. Nesta terça-feira, ele passará por novos exames para saber se terá que ser operado para solucionar o problema.

LATERAL ARTILHEIRO: Artur elogia Assunção e segue prometendo 10 gols pelo Palmeiras

Antes do treino desta segunda, Luan seguiu com o restante dos titulares para fazer exercícios na Academia. O jogador falou rapidamente com a imprensa e disse estar sentido muitas dores, usando até um palavrão: "Está f...", afirmou.

FAIR PLAY: Palmeiras é a equipe que menos leva cartões no Paulista

O camisa 11 vem sentindo dores nos dois pés desde o início da temporada, mas o problema não vinha impedindo o atleta de entrar em campo. Ele só foi ser poupado pela primeira vez contra o XV de Piracicaba, pela 6ª rodada do Paulistão . Caso tenha mesmo que passr por cirurgia, o período de recuperação é de cerca de dois meses, o que tiraria o jogador do restante do Estadual.

MMA: Sonnen provoca Anderson e enche Twitter com símbolos do Palmeiras

No sábado, o médico do Palmeiras, Rubens Sampaio, negou que o problema possa ser causado pelo material esportivo usado pelo atacante e não descartou cirurgia: "Não é coisa do material, porque aí daria dor nos dois pés. As dores do pé direito sumiram, mas o pé esquerdo continua incomodando. Se ele não melhorar por bem, vai ser por mal. A literatura (médica) diz que ele pode levar seis meses para melhorar, mas no futebol a gente não pode esperar todo esse tempo", afirmou. O atacante ainda será avaliado pelo especialista em cirurgia nos pés Renato Masagão, o mesmo que operou Pierre e Thiago Heleno no Palmeiras.

CARNAVAL: Ídolos do Palmeiras, Marcos e Edmundo arrebentam em ensaio da Mancha Verde

Ajude o Palmeiras a aumentar sua torcida virtual

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.