Tamanho do texto

Time goiano manteve sua reação e interrompeu o jejum de quatro anos sem vitórias sobre o rival nordestino

Com o pé calibrado, o Goiás derrotou, nesta terça-feira, o Sport por 2 a 1 e prolongou a boa fase na Série B do Campeonato Brasileiro. Foi o terceiro triunfo consecutivo do time goiano, que contabilizou 18 pontos na classificação. Além do resultado positivo, o Goiás interrompeu um jejum de quatro anos sem vitórias sobre o rival nordestino.

Já o Sport, que criou as principais jogadas do embate, voltará do Centro-Oeste do País com uma derrota amarga e com os mesmos 20 pontos. Na próxima rodada, os pernambucanos terão a chance de se reabilitar diante do arquirrival Náutico . A partida será na próxima terça-feira, na Ilha do Retiro.

Enquanto isso, a equipe goiana tentará manter a ascensão ante o Duque de Caxias , lanterna da Segundona.

O jogo
Embalado por duas vitórias consecutivas, o Goiás abriu o placar logo aos três minutos. Douglas cobrou falta e venceu o jovem goleiro Paulo Rafael. O arqueiro foi escalado para suprir as ausências de Magrão, lesionado, e Rodrigo Calaça, impedido de atuar por entraves contratuais.

Apesar de largar atrás no marcador, o Sport - que venceu o Salgueiro na rodada passada - partiu para cima em busca da igualdade. Com maior volume de jogo, o Sport criou chances mais agudas e, aos 37 minutos, balançou as redes.

Após levantamento na área, Diego Torres desviou de cabeça e furou a meta do goleiro Harlei. No entanto, o lance já estava paralisado porque o jogador pernambucano estava em posição de impedimento. A jogada, porém, serviu de prévia.

No último minuto da primeira etapa, Marcelinho Paraíba, motorzinho do Sport, bateu falta por cima. Carlos Alberto se confundiu com o efeito da bola e cabeceou contra o próprio patrimônio: 1 a 1 no Serra Dourada.

No segundo tempo, o Goiás, do técnico Márcio Goiano, veio com uma postura mais ofensiva. Felipe Amorim e Max Pardalzinho (que fez sua estreia com a camisa esmeraldina) tentaram melhorar o ataque mandante, porém pouco fizeram.

Já o Sport, com o tento de empate, ganhou mais confiança e, na segunda etapa, continuou consistente. Porém, outra bola parada dificultou os planos dos recifenses. Aos 24 minutos, o volante Alan Bahia cobrou falta e Paulo Rafael aceitou novamente.

Com o placar desfavorável, o Sport optou por abafar o Goiás e, desta forma, abriu sua defesa, ficando assim mais perto de sofrer mais um, do que anotar um gol.

FICHA TÉCNICA
GOIÁS 2 x 1 SPORT

Local : Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO)
Data: 26 de julho de 2011 (sexta-feira)
Horário : 19h30 (horário de Brasília)
Árbitro : Fabrício Neves Corrêa (RS)
Assistentes: Eduardo Gonçalves da Cruz e Ezequiel Barbosa Alves (ambos do MS)
Cartões amarelos : Douglas, Marcão e Guto (Goiás); Tobi, Bruno Mineiro e Rithely (Sport)

GOLS : GOIÁS: Douglas, aos três minutos do primeiro tempo, e Alan Bahia, aos 24 minutos do segundo tempo

SPORT : Carlos Alberto (contra), aos 46 minutos do primeiro tempo

GOIÁS: Harlei; Douglas, Rafael Tolói, Ernando e Marcão; Marcinho Guerreiro, Alan Bahia, Carlos Alberto e Diniz (Felipe Amorim); Iarley e Guto (Max Pardalzinho)
Técnico : Márcio Goiano

SPORT : Paulo Rafael; Thiaguinho, Gabriel, Tobi e Wellington Saci; Naldinho (Danielzinho), Daniel Paulista (Maylson), Rithely e Diego Torres (Willians); Marcelinho Paraíba e Bruno Mineiro
Técnico: Mazola Júnior

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.