Tamanho do texto

Valor de zagueiros e laterais do clube chega a R$ 287 milhões, contra "apenas" R$ 177 milhões do rival Barcelona

Enquanto o rival Barcelona tenta reforçar ainda mais seu eficiente setor ofensivo, negociando as chegadas do meia Cesc Fabregas e do atacante chileno Alexis Sanchez , o Real Madrid acaba de se tornar o time com a defesa mais cara do planeta. Com a chegada do lateral esquerdo português Fábio Coentrão , o valor dos atletas do setor chegou ao equivalente a R$ 287 milhões.

Se do meio de campo para a frente o Real também conta com um elenco milionário - com nomes como Kaká , Di María , Adebayor , Benzema e Cristiano Ronaldo -, na defesa algumas das estrelas mais caras, além de Coentrão, que custou R$ 66 milhões, são o zagueiro Pepe (também R$ 66 milhões), os laterais direitos Sergio Ramos (R$ 60 milhões) e Arbeloa (R$ 9 milhões) e os zagueiros Albiol (R$ 33 milhões), Varane (R$ 22 milhões) e Ricardo Carvalho (R$ 18 milhões).

Entre os grandes clubes europeus, os maiores concorrentes do Real no quesito são os dois times de Manchester. O valor da defesa do City até se aproxima à do Real, com R$ 273 milhões, enquanto a do United , após as chegadas de Phil Jones (R$ 42 milhões) e Chris Smalling (R$ 17 milhões), foi a um total de R$ 207 milhões.

Na comparação com o rival - e maior vencedor do futebol europeu na temporada - Barcelona, a defesa do Real é R$ 110 milhões mais cara. Com destaque para Daniel Alves (R$ 64 milhões), Gabriel Milito (R$ 37 milhões) e Abidal (R$ 31 milhões), a defesa do time comandado por Pep Guardiola totaliza, contando titulares e reservas, R$ 177 milhões.

Companheiro de Pepe também na seleção portuguesa, Coentrão é um dos mais caros da milionária defesa madrilenha
Getty Images
Companheiro de Pepe também na seleção portuguesa, Coentrão é um dos mais caros da milionária defesa madrilenha

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.