Tamanho do texto

Lateral foi o líder do Fla nas estatísticas na goleada sobre o Avaí, mas perderá a vaga para Júnior César

Egídio terá mais um obstáculo na disputa pela posição de titular
Vipcomm
Egídio terá mais um obstáculo na disputa pela posição de titular
O lateral-esquerdo Júnior César , ex- São Paulo , ainda não foi apresentado como novo reforço do Flamengo , mas Egídio sabe que seus dias como titular da posição estão contados. Justamente quando conseguiu fazer seu melhor jogo com a camisa do clube desde que subiu para os profissionais. Ele liderou o time nas principais estatísticas na goleada de 4 a 0 sobre o Avaí , sábado passado, pelo Campeonato Brasileiro.

Os números são do Footstats e estão disponíveis no aplicativo iG Esporte para iPhone e iPad

Egídio foi o responsável pelo maior número de passes durante o jogo, com 62, terminando com um índice de erro de apenas 7%. Ainda terminou como o jogador com mais tempo de posse de bola do time: 2min55s. Ficou apenas atrás de Willians nos desarmes (5 a 3), o que não é demérito e ainda deu o maior número de dribles, com três. Sem contar que iniciou a jogada do gol de Ronaldinho Gaúcho .

Nos primeiros 15 jogos do ano, Egidio fez 11 como titular. Depois dessa sequência, que terminou no dia 27 de março, no empate em 0 a 0 com a Cabofriense , perdeu a vaga para Rodrigo Alvim . Voltou a jogar apenas no dia 11 de maio, quando começou no banco e entrou em campo no primeiro tempo do empate em 2 a 2 com o Ceará , em Fortaleza. Então, voltou a ser escalado de início contra o Avaí.

Agora, Egídio sabe que a dificuldade para jogar aumentou. Este ano, além da concorrência com Rodrigo Alvim, ele já enfrentou as improvisações do meia Renato e do zagueiro Ronaldo Angelim na posição. Com histórico de empréstimos para Juventude e Vitória em seu currículo, o lateral, de apenas 24 anos, ainda sonha com uma carreira sólida no Flamengo.

"Não tive uma boa sequência no início do ano, mas graças a Deus consegui fazer uma boa partida contra o Avaí. Espero continuar tendo oportunidades para me firmar na equipe", disse o jogador, sem tomar conhecimento de propostas de outros clubes. “Quero ficar no Flamengo”, avisou Egídio.

Contra o Bahia, domingo, em Salvador, pela segunda rodada do Brasileiro, Egídio ainda não sabe co o será utilizado. Depois da apresentação de Júnior César, provavelmente, nesta quarta-feira, no Ninho do urubu, o técnico Vanderlei Luxemburgo deve dar uma posição sobre a utilização do novo reforço, que rompeu o tendão de Aquiles em setembro de 2010 e só voltou a jogar em março deste ano.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.