Tamanho do texto

Volante foi titular em primeiro coletivo do ano, mas não acha que tem vaga garantida no time

O volante Diego Arias parece ter deixado uma boa impressão com o técnico Vágner Mancini . O colombiano está animado com a possibilidade de jogar no futebol brasileiro e foi titular no primeiro coletivo do ano. Jogando no Cruzeiro , Arias espera voltar à seleção de seu país.

Leia também: Dirigente santista vê com bons olhos troca de Ganso por Montillo

Humilde, Arias não se empolgou tanto por ter sido titular no primeiro coletivo do ano , realizado no último sábado na Toca da Raposa I. "Não sabemos se vou ser titular, porque tanto eu como meus companheiros, trabalhamos para poder ajudar a equipe. Mas me sentiria muito bem de poder atuar na maior quantidade das partidas", disse.

Confira também: Para Mancini, final do Mineiro é uma obrigação no Cruzeiro

Arias explicou porque trocou o futebol grego (atuava no PAOK) pelo brasileiro. "Vejo que a principal razão para se jogar no Brasil é que os torneios brasileiros são muito competitivos, atraem os olhos de outros países, é uma liga muito forte. Aqui, sempre teremos que manter um nível alto de competição para ter chances na seleção e em grandes clubes a nível mundial", afirmou.

De olho na Copa do Mundo que será realizada no nosso país, Arias espera voltar a ter chances na seleção colombiana. "Espero voltar sim. Obviamente os olhos do mundo futebolístico são postos no Brasil, que vai fazer o Mundial. Estou seguro que vamos ter um ‘plus’ para os jogadores que atuam na liga brasileira", analisou.

O jogador gostou do primeiro contato com a torcida na Toca da Raposa I. "Deu para ver que é uma torcida muito apaixonada", concluiu o volante.

Entre para a torcida virtual do Cruzeiro e comente a titularidade de Arias

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.