Tamanho do texto

De acordo com dados divulgados pelo governo do país, seis equipes da primeira divisão estão próximas de decretar falência

Villarreal quis vender Nilmar ao São Paulo para sanar algumas dívidas, mas não conseguiu
EFE
Villarreal quis vender Nilmar ao São Paulo para sanar algumas dívidas, mas não conseguiu
A grave situação financeira que passa o futebol profissional da Espanha foi confirmada pelo Parlamento do país. De acordo com dados fornecidos pelo governo em resposta ao partido de oposição EU (Esquerda Unida), os clubes espanhóis devem 752 milhões de euros ao Tesouro nacional - cerca de R$ 1,8 bilhão -, publicou o diário "El Pais".

Leia mais notícias de futebol espanhol

Esse valor, em relação aos dados anteriores, teve um acréscimo de quase 150 milhões de euros (aproximadamente R$ 354 milhões) nos últimos quatro anos, com as principais equipes tendo, juntas, hoje, uma dívida de 500 milhões de euros (R$ 1,2 bilhão). Pelos menos seis clubes da primeira divisão estão perto de decretar falência.

E MAIS: Cristiano Ronaldo esnoba desejo de Berlusconi em vê-lo no Milan

"Isso não reflete todo o dinheiro que os clubes profissionais de futebol devem ao país como, já que as deduções com imposto devem ser acrescentadas à dívida já existente com a segurança social existente, e o governo nunca apresentou esses dados recentes" , disse Caridad García Álvarez, política da EU.

VOCÊ VIU?  Atacante da Terceirona carioca derruba Messi e faz oito gols em um jogo

Os dados, relatórios e registros obtidos pela administração da Previdência Social são confidenciais. Por esse motivo, os maiores devedores não foram revelados. A administração é responsável por sempre detalhar de forma individualizada a dívida particular de cada uma das equipes com o fisco espanhol.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.