Tamanho do texto

Após polêmica com arbitragem na semifinal entre Corinthians e Palmeiras, juiz chega pregando tranquilidade

Mesmo com as recentes polêmicas envolvendo a arbitragem, Cléber Wellington Abade, sorteado para apitar o primeiro jogo da final do Campeonato Paulista, entre Corinthians e Santos , chegou ao Pacaembu, na tarde deste domingo, confiante em uma boa atuação.

"Fomos (o sexteto de arbitragem) para a concentração (no hotel, no sábado). Assistimos aos vídeos, tivemos um planejamento e estamos bastante tranquilos para o jogo, assim como os jogadores devem estar tranquilos para entrar em campo", declarou o árbitro, de 45 anos.

"Não tem que ter intimidação, tem que ter jogo de futebol. Não tenho visto essa intimidação que estão falando. Tem se falado muito fora de campo, mas tem que deixar para resolver em campo", acrescentou Abade, que fará sua última partida na primeira divisão estadual.

A pressão sobre a arbitragem da final cresceu após a semifinal entre Palmeiras e Corinthians, no domingo passado, quando a equipe alviverde reclamou de Paulo César de Oliveira. O sorteio do árbitro, inclusive, havia sido antecipado em reportagem do Jornal da Tarde .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.