Tamanho do texto

Clube inglês encarou de forma bem humorada o reiterado desejo do clube brasileiro e outros europeus em contratar o argentino

Aparentemente cansado do assédio sobre o atacante Carlos Tevez , o clube proprietário dos direitos do jogador, o Manchester City, reagiu de forma irônica em seu site oficial a respeito das constantes investidas de clubes europeus, e mais recentemente do Corinthians , sobre a maior estrela da equipe comandado pelo técnico italiano Roberto Mancini.

Bem humorado, o clube chamou os rumores de contratação do atacante argentino de "novela que já se encontra no 537º capítulo", em referência às muitas ofertas recebidas desde que o argentino passou a defender o Manchester City.

Usando informações veiculadas pela agência brasileira Lancenet, segundo as quais o valor oferecido pelo Corinthians, R$ 89,2 milhões de reais, encontra-se distante dos R$125 milhões de reais pretendidos para liberar o atleta, o City esbanjou ironia ao comentar a nova proposta corintiana, em que o clube brasileiro se compromete a pagar os mesmos 40 milhões, mas propõe o pagamento de um bônus atrelado ao desempenho de Tevez no time, à venda de camisas e produtos e conquistas do time paulista após sua chegada: "É o tipo de oferta que não se pode recusar, não?"

A nota no site oficial também se manifestou a respeito de possíveis alvos do clube para a próxima temporada, comentados pela mídia inglesa. E deram a entender que não há nenhum interesse em Javier Pastore, meio-campista argentino do Palermo, da Itália.

O City ainda manteve o sarcasmo ao tratar dos rumores de que Sergio Romero, goleiro titular da seleção argentina e do AZ Alkmaar, da Holanda, estaria na mira do clube para substituir o reserva Shae Given, que está em vias de se transferir para o Aston Villa: "Não seria necessariamente para manter nossa cota de argentinos".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.