Tamanho do texto

Goleiro do Fluminense fez defesas difíceis na partida, mas não conseguiu evitar a derrota para o Bahia

O goleiro Diego Cavalieri ganhou a vaga de Ricardo Berna e teve boa atuação na noite deste sábado, apesar da derrota do Fluminense para o Bahia, por 1 a 0, no Engenhão . Após a partida, o arqueiro minimizou o próprio desempenho e fez um alerta para o restante do time.

"Quando goleiro é o nome do jogo, alguma coisa está errada", declarou. "A gente sabia que o Bahia ia impor dificuldade, eles têm jogadores rápidos. Infelizmente encaixaram o contra-ataque no último minuto e fizeram o gol, que não estava nos nossos planos. Agora é ter cabeça fria".

Prova de que o jogador foi mesmo muito exigido são as estatísticas da partida: enquanto o Fluminense finalizou apenas 11 vezes contra o gol dos clube treinado por Renê Simões, o Bahia arriscou 21 chutes. Deste total, 11 foram na direção da meta, mas apenas um foi capaz de superar o goleiro.

Se Cavalieri preferiu externar seu descontentamento com o resultado, o técnico Abel Braga não deixou de elogiar seu comandado. "Ele foi muito bem, muito seguro, nos deu uma boa confiança. Fez duas defesas de um grau de dificuldade muito grande", comentou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.