Tamanho do texto

Time catarinense, que havia eliminado o time carioca na Copa do Brasil, venceu em casa por 3 a 2

O Avaí confirmou o posto de grande carrasco do Botafogo em 2011. Depois de eliminar o time carioca da Copa do Brasil , no primeiro semestre, o time catarinense aproveitou a oscilação do adversário e venceu por 3 a 2 neste sábado, no estádio da Ressacada, pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro .

Veja mais: Botafogo segue em 3° e Avaí sobe para 18º. Veja a tabela atualizada

Com o resultado, o Avaí soma três pontos importantes na luta contra o rebaixamento e sobe para a 18ª colocação, com 29 pontos. Já o Botafogo permanece em 3°, com 52 pontos, mas podendo ser ultrapassado pelo Flamengo na sequência da rodada.

null

O Botafogo começou melhor na partida e abriu o placar com Loco Abreu. Porém, em cinco minutos o Avaí virou a partida, com direito a um golaço de bicicleta do meia Cleverson. Na segunda etapa, após duas mudanças do técnico Caio Júnior, o time carioca melhorou e chegou ao empate, com o volante Renato, que marcou seu primeiro gol com a camisa do Botafogo.

Leia também: "Minha profissão é a pior do mundo", diz Caio Jr. após derrota

Loco Abreu, Renato e Maicosuel tiveram a chance de virar o placar, mas falharam na finalização. Nos minutos finais, após a expulsão do lateral Lucas, o time de General Severiano se retrancou e acabou levando o gol que sacramentou a vitória do Avaí, com gol de Robert.

Veja também: Toninho Cecílio exalta ousadia do Avaí em vitória

O Avaí volta a atuar pelo Campeonato Brasileiro no próximo domingo, contra o Corinthians, no próximo domingo, às 16h, no estádio Pacaembu. Um dia antes, no sábado, o Botafogo enfrenta o Cruzeiro, no estádio Engenhão. Antes, porém, o time carioca terá o duelo contra o Santa Fé, em Bogotá, pelas oitavas de final da Copa Sul-Americana.

O Jogo
O suspense do técnico Caio Júnior durante a semana foi revelado minutos antes da partida. O treinador do Botafogo barrou o meia Elkeson, que não vive boa fase, para a entrada de Felipe Menezes. Herrera, que havia ficado de fora na partida contra o Santos, voltou ao time titular no ataque, ao lado de Loco Abreu.

E quem começou melhor a partida na Ressacada foi justamente o Botafogo. Nos primeiros cinco minutos, principalmente com Maicosuel e Cortês, pela esquerda, era a equipe carioca que levava perigo. Os erros de passe do Avaí também facilitavam a vida do time visitante, que tinha maior posse de bola e não demorou muito tempo para marcar.

Aos 10 minutos, Renato levantou a bola na área, Loco Abreu ajeitou de cabeça para o zagueiro Antônio Carlos, que fez o pivô e devolveu para o atacante uruguaio, que soltou a bomba entre as pernas do goleiro Felipe, abrindo o placar na Ressacada.

Ao invés de se retrair, acusando o golpe, o Avaí foi para cima e melhorou na partida. Criando jogadas pelas laterais, com Cleverson e Robinho, o time da casa passou a assustar. Apenas cinco minutos depois do gol do Botafogo, o Avaí chegou ao empate. O lateral-esquerdo Fernandinho foi até a linha de fundo, cruzou para a área e Robinho, completamente livre, dominou e chutou sem chances para o goleiro Jefferson, empatando a partida.

O Botafogo nem teve tempo de respirar. Empolgado, o Avaí continuou pressionando e foi coroado com a virada em um lance espetacular. Júnior Urso ganhou da marcação na meia direita, levantou para a área. Cleverson matou a bola no peito e, mesmo marcado por Lucas, acertou uma linda bicicleta no ângulo de Jefferson, virando o jogo para delírio da torcida local.

Após a pane do início, o Botafogo conseguiu se reorganizar na defesa e equilibrou a partida. Aos 36 minutos, o time carioca desperdiçou uma chance incrível de empatar. Felipe Menezes cruzou da direita, Loco Abreu escorou de cabeça e Herrera, na pequena área, emendou de voleio, mas Felipe defendeu 'no susto'. Com a vantagem do time catarinense no placar, com justiça, as duas equipes foram para o intervalo.

Botafogo muda e melhora
Querendo a vitória de qualquer maneira, o Botafogo fez duas mudanças na volta do intervalo. O técnico Caio Júnior tirou o meia Felipe Menezes e o atacante Herrera para a entrada do volante Léo e do meia Elkeson. Com as trocas, o time ganhou mais segurança na defesa, sofrendo menos com os contra-ataques, e força na frente, já que Elkeson entrou bem no jogo.

Melhor no segundo tempo, o Botafogo encontrou o empate aos 17 minutos. Cortês avançou e cruzou da esquerda, Loco Abreu ajeitou de cabeça e Renato, na segunda trave, apenas completou de cabeça, marcando seu primeiro gol com a camisa do time carioca e deixando tudo igual na Ressacada.

O Botafogo continuou pressionando, enquanto o Avaí já não ameçava mais nos contra-ataques e se defendia de qualquer maneira. Aos 24, após passe errado de Bruno Silva, Renato saiu na cara do gol, mas Felipe fez a defesa no chute do volante. Aos 25 e aos 32, Loco Abreu também teve a oportunidade de colocar o time carioca em vantagem, mas não aproveitou.

Avaí marca no final
Após perder tantas oportunidades, o Botafogo acabou punido. O lateral-direito Lucas deu uma entrada feia em Gian e recebeu o cartão vermelho. Com um jogador a mais, o Avaí saiu para o jogo e encontrou um Botafogo perdido. Aos 40 minutos, Lincoln arrancou pelo meio e soltou a bomba de fora da área. Jefferson defendeu, mas no rebote, Robert completou, colocando o time da casa em vantagem novamente. Nos minutos finais o Avaí segurou a vitória e a torcida comemorou os três pontos, importantes na luta para o time permanecer na série A.

FICHA TÉCNICA - AVAÍ 3 X 2 BOTAFOGO
Data : 22 de outubro (Sábado)
Hora : 18h (de Brasília)
Local : Estádio da Ressacada, em Florianópolis (SC)
Árbitro : Sandro Meira Ricci (DF)
Assistentes : Fabrício Vilarinho da Silva (GO) e Christian Passos Sorence (GO)
Cartões amarelos : Bruno Silva (AVA); Antônio Carlos e Marcelo Mattos (BOT)
Cartão vermelho : Lucas (BOT)

GOLS
Avaí - Robinho, aos 15 minutos do primeiro tempo; Cleverson, aos 17 minutos do primeiro tempo; Robert, aos 40 minutos do segundo tempo
Botafogo - Loco Abreu, aos 10 minutos do primeiro tempo; Renato, aos 17 minutos do segundo tempo

AVAÍ : Felipe; Daniel, Gian, Caçapa e Fernandinho; Júnior Urso, Bruno Silva (Pedro Ken), Cleverson (Robert), Lincoln e Robinho (Leandrinho); William
Técnico : Toninho Cecílio

BOTAFOGO : Jefferson; Lucas, Antônio Carlos, Fábio Ferreira e Cortês; Marcelo Mattos, Renato, Felipe Menezes (Léo) e Maicosuel (Caio); Herrera (Elkeson) e Loco Abreu
Técnico : Caio Junior

Entre para a Torcida Virtual do Botafogo e comente a derrota para o Avaí