Guga está de saída
Instagram
Guga está de saída

Sem lateral-direito no time profissional  depois da saída de Rafinha e da lesão do jovem João Lucas, que teve problema muscular no músculo adutor da coxa esquerda confirmado nesta quinta-feira, o Flamengo revive um drama na posição.

O clube aguarda não só a chegada do chileno Maurício Isla , neste sábado, mas também avalia o investimento em outro reforço para o setor.

Guga, do Atlético-MG, segue no radar. No entanto, o clube mineiro faz jogo duro. O presidente Sérgio Sette Câmara confirmou que a negociação não está descartada, mas para que ela de fato tenha início o Flamengo precisará aceitar pagar o que o Atlético-MG pede. Algo próximo de 5 milhões de euros, mais de R$ 30 milhões.

— Não existe resistência em negociar qualquer atleta nosso, desde que paguem o valor pedido pelo clube — informou Sette Cãmara ao GLOBO, afirmando que não há qualquer negociação em aberto com o Flamengo.

Os representantes de Guga também não registraram nenhum movimento nesse sentido por enquanto. Guga tem seus direitos divididos entre o clube mineiro (75%) e o Avaí (25%). Da parte do Alético-MG, houve participação dos investidores MRV e BMG para a compra do atleta, até agora titular de Sampaoli. As empresas veem a troca de ares como uma possibilidade, mas estão alinhadas com o Atlético-MG sobre o valor.

Há motivos para o clube mineiro negociar o jogador além da questão financeira. Segundo a reportagem apurou, o técnico Jorge Sampaoli não ofereceria resistência para liberar o jogador, já que teria recursos para investir em outras posições, e poderia usar o reforço Mariano, pelo qual tem preferência.

Guga também é representado pela empresa Bertolucci Sports, parceira do Flamengo em várias contratações. E são os agentes que tentam costurar a possibilidade da negociação evoluir. Eles aguardam a chegada do vice de futebol Marcos Braz e do diretor Bruno Spindel, que foram à Espanha fechar com Isla, para tentar avançar nas conversas sobre uma proposta financeira por Guga e ao Atlético-MG.

Vale lembrar que o jogador se envolveu em polêmica em novembro do ano passado, quando um vídeo seu comemorando a conquista da Libertadores pelo Rubro-Negro foi divulgado no Instagram. Ele chegou a ser afastado pelo Atlético-MG. Mas nunca negou ser torcedor do Flamengo. A vinda no começo de 2020 não aconteceu pelo custo e por Rafinha ser o titular absoluto. Agora, o cenário muda. Mas o preço segue alto.

    Veja Também

      Mostrar mais