Enquanto a Globo briga com a Turner em relação ao Campeonato Brasileiro , a decisão da emissora em rescindir seu contrato com a Conmebol para a exibição da Libertadores pode deixar o torcedor do Flamengo sem acompanhar alguns jogos da competição.

As partidas do Rubro-Negro contra Junior Barranquilla (COL) e Independiente Dell Valle (EQU), marcados para 30 de setembro e 21 de outubro, teriam transmissões exclusivas da TV Globo e do SporTV e, por conta disso, não possuem mais garantia de exibição na TV.

Além dos jogos do Flamengo, o Grupo Globo possuía a exclusividade de outras 25 partidas da primeira fase da Libertadores. Por conta da rescisão, essas partidas passaram a não ter garantia de transmissão.

Apesar da rescisão, a emissora ainda tem interesse em seguir exibindo os jogos da competição. No entanto, deseja um contrato com valores menores. O atual contrato entre Globo e Conmebol tem o valor de US$ 65 milhões anuais. Como o total de receitas da Libertadores gira em torno de US$ 300 milhões, a saída seria um baque financeiro para a Conmebol. 

A decisão da Globo está baseada na queda de receitas após a pandemia da Covid-19 e pelo contrato ter sido feito quando o dólar estava em R$ 3,88. Agora, com o câmbio muito mais alto, o valor chegou a quase R$ 100 milhões por ano, atingindo quase R$ 346 mi. 

    Veja Também

      Mostrar mais